Olivia Wilde recebe, em palco, os papéis do tribunal sobre a custódia dos filhos

29 abr, 11:19

Atriz fazia a apresentação do filme "Don't Worry Darling" durante uma conferência de cinema quando foi interrompida por uma mulher que lhe entregou um envelope com os papéis do tribunal

"Isto é para mim?" Foi assim que Olivia Wilde reagiu quando, na terça-feira, enquanto apresentava o filme "Don't Worry Darling" - produzido pela atriz e protagonizado pelo namorado, Harry Styles - durante a conferência de cinema CinemaCon, uma mulher desconhecida subiu ao palco e lhe entregou um envelope amarelo, onde se lia apenas "Privado e Confidencial".

De acordo com a Variety, a atriz abriu a carta e viu o seu conteúdo, antes de continuar com a apresentação. Como o envelope não voltou a ser mencionado, a imprensa avançou que se trataria do guião de um novo filme. No entanto, no dia seguinte, foi revelado que se tratavam dos papéis para regulação das responsabilidades parentais, enviados pelo ex-noivo Jason Sudeikis.

Segundo a mesma publicação, fontes próximas do ator de Ted Lasso garantem que este não sabia em que circunstâncias o envelope iria ser entregue a Olivia Wilde.

"Os documentos foram elaborados para estabelecer jurisdição relacionada com os filhos da Sra. Wilde e do Sr. Sudeikis. O Sr. Sudeikis não tinha conhecimento prévio da hora ou do local da entrega do envelope, uma vez que isso dependeria exclusivamente da empresa de serviços envolvida. Nunca toleraria que fosse entregue de forma tão inapropriada", revelaram as mesmas fontes.

Certo é que a entrega insólita obrigou a organização do evento, a CinemaCon, a reagir e, em comunicado enviado à Variety, garantiu que "vão ser reavaliados" os protocolos de segurança que permitiram que a mulher conseguisse entregar os papéis à atriz.

“Para proteger a integridade dos nossos parceiros de estúdio e o talento, vamos reavaliar os protocolos de segurança. É a coisa correta a fazer. E queremos fazer a coisa correta e segura”, afirmou a organização.

Sudeikis e Wilde conheceram-se em 2011 e ficaram noivos em 2012. O casal, que é pai de Otis e Daisy, viria a separar-se em 2020.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Artes

Mais Artes

Patrocinados