"O momento é agora". Jason Momoa, o "Aquaman", já está em Portugal para defender os oceanos

26 jun, 17:39
Jason Momoa na Conferência dos Oceanos (Rodrigo Antunes/Lusa)

Jason Momoa é um conhecido ativista contra as alterações climáticas e fez a antevisão do importante encontro organizado pelas Nações Unidas, que vai decorrer em Lisboa

“O momento de atuar é agora”. Jason Momoa, que vai ser nomeado esta segunda-feira como embaixador das Nações Unidas para a Vida Marinha, foi uma das caras conhecidas a marcar presença no lançamento da Conferência dos Oceanos, que vai decorrer entre 27 de junho e 1 de julho em Lisboa.

Para o ator, que já protagonizou o papel de "Aquaman", “os nossos oceanos têm problemas”, o que requer uma ação rápida por parte da Humanidade.

"Temos um compromisso de proteger os oceanos, que é onde a água começa e termina a sua viagem", disse, a partir da praia de Carcavelos.

A estrela de Hollywood, que também participou na série "A Guerra dos Tronos", até devia ter chegado à praia de barco, mas acabou por não conseguir por causa das condições do mar. Foi então a pé pela praia até onde se encontrava um grupo de jovens dos 18 aos 35 anos, num local onde também estava o enviado especial das Nações Unidas para os Oceanos, Peter Thomson.

No seu breve discurso, o ator disse ainda que "é preciso corrigir os erros do passado", focando-se na atitude das gerações que estão para vir, e que devem "parar o tempo da irresponsabilidade".

Jason Momoa, que também é um conhecido ativista contra as alterações climáticas, vai ser um dos oradores ao longo da conferência, que também vai contar com vários chefes de Estado e com a presença do secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres.

Durante toda a semana são esperados sete mil participantes de 140 países, incluindo de 38 agências especializadas e organizações. Este será também um evento com foco na Economia do Mar, como explicou à CNN Portugal o ministro da Economia e do Mar, António Costa Silva.

Relacionados

Clima

Mais Clima

Patrocinados