Itália eleva nível de alerta ao máximo após erupção do vulcão Stromboli

Agência Lusa , AM
5 jul, 07:04
Vulcão Stromboli (AP)

Proteção Civil italiana sublinhou que “independentemente das fenomenologias vulcânicas de nível local, que podem ter variações frequentes, persiste uma situação de acentuado desequilíbrio do vulcão”

A Proteção Civil de Itália elevou o nível de alerta ao máximo devido a uma nova erupção do vulcão Stromboli, situado na ilha com o mesmo nome, no sul do país.

A decisão de elevar o nível de alerta de laranja para vermelho e de acionar a fase operacional de pré-alarme foi tomada numa reunião do Departamento de Proteção Civil da Região da Sicília, na quinta-feira.

A reunião foi convocada “após a rápida evolução das atividades que estão a afetar o vulcão” no monte Stromboli, caracterizado por uma atividade contínua, mas de baixa intensidade.

A Proteção Civil italiana sublinhou que “independentemente das fenomenologias vulcânicas de nível local, que podem ter variações frequentes, persiste uma situação de acentuado desequilíbrio do vulcão”.

As autoridades pediram à população da ilha, onde vivem cerca de 500 pessoas, que se “mantenha informada e siga escrupulosamente as instruções” de segurança, de acordo com um comunicado da Proteção Civil italiana.

O nível de alerta vermelho implica o reforço do sistema de monitorização do vulcão e permite à proteção civil de Stromboli contar com o apoio de especialistas da Proteção Civil italiana.

A mesma nota sublinhou que o presidente da Câmara Municipal de Lipari, autarquia que inclui Stromboli, participou na reunião e “já estabeleceu medidas de precaução iniciais destinadas a proteger” os residentes da ilha.

Riccardo Gullo “será constantemente informado sobre a evolução da situação de forma a garantir uma informação constante e correta à população”, referiu a Proteção Civil italiana.

A ilha de Stromboli é um popular destino turístico que atrai visitantes da Itália continental ou da vizinha ilha da Sicília que pretendem escalar o vulcão.

O Stromboli, um dos poucos vulcões que permanecem ativos no arquipélago italiano das Ilhas Eólias, tem uma altura de 927 metros, sendo que abaixo do nível do mar estima-se que tenha cerca de três mil metros.

A última grande erupção deste vulcão ocorreu a 03 de julho de 2019, causando um morto e um ferido.

Europa

Mais Europa

Patrocinados