Ataque israelita em Gaza faz 15 mortos, incluindo um comandante da Jihad Islâmica

Pedro Falardo , com Lusa
5 ago, 15:32
Manifestações na Palestina contra ocupações israelitas

Movimento islâmico confirmou a morte de um dos seus comandantes em consequência do ataque

As Forças de Defesa de Israel (IDF) lançaram esta sexta-feira ataques a alvos do movimento Jihad Islâmica na Faixa de Gaza, tendo assassinado um dos líderes do grupo. Em comunicado, a IDF confirmou a ofensiva.

“A IDF está atualmente a realizar ataques na Faixa de Gaza. Foi declarada uma situação especial na frente interna israelita”, pode ler-se no comunicado, publicado no Twitter.

Testemunhas citadas pela agência Associated Press relatam ter ouvido pelo menos uma explosão neste território palestiniano. Minutos após os ataques, um representante do movimento islâmico, considerado terrorista pelos Estados Unidos e pela União Europeia, anunciou a morte de um comandante do grupo. No Twitter, o jornalista da Axios Barak Ravid, correspondente no Médio Oriente, avançou que se trata de Tayseer al-Jabari.

Citado pela Reuters, o Ministério da Saúde de Gaza confirmou também que o ataque provocou um morto e 15 feridos, tendo sido declarado o estado de emergência. Mais tarde, um porta-voz das próprias forças israelitas avançou que os bombardeamentos provocaram 15 mortos entre os membros da Jihad Islâmica.

Estes bombardeamentos acontecem numa altura de grande tensão na região, após a detenção de Bassam al-Saadi, um dos líderes deste grupo, no início desta semana na Cisjordânia. A ofensiva tinha sido discretamente anunciada nas primeiras horas desta sexta-feira pelo ministro da Defesa de Israel, Benny Gantz, durante uma visita a comunidades israelitas perto da Faixa de Gaza. “Estamos a preparar ações que neutralizarão a ameaça desta região. Operaremos com resiliência interna e força externa, a fim de restaurar a vida quotidiana no sul de Israel. Não procuramos o conflito, mas não hesitaremos em defender os nossos cidadãos, se necessário", afirmou.

Disparos de 'rockets' a partir de Gaza sobre Israel fazem soar alarmes

Milícias palestinianas dispararam hoje vários ‘rockets’ sobre Israel a partir da faixa de Gaza, relataram jornalistas da France-Presse no local, enquanto a televisão israelita avançou que pelo menos dois foram intercetados.

A TV israelita mostrou imagens da interceção dos ‘rockets’ e o exército israelita informou que as sirenes de ataque aéreo soaram no centro de Israel.

Os disparos foram realizados da Faixa de Gaza para Israel, disseram jornalistas da AFP no enclave palestiniano, após ataques do exército israelita que mataram combatentes de grupos armados e civis palestinianos.

As sirenes de alarme soavam nas localidades israelitas de Yavne e Lachish, a norte do território palestiniano.

Relacionados

Ásia

Mais Ásia

Patrocinados