Israel prepara-se para a quinta eleição em três anos com queda do governo iminente

20 jun, 17:41
Naftali Bennett (Abir Sultan/AP)

Deserção de dois deputados e rebeliões de outros três retiraram base de apoio ao governo

A coligação que governa Israel prepara-se para realizar uma votação que vai resultar na dissolução do parlamento, enviando assim o país para as quintas eleições legislativas em três anos. A confirmação foi dada pelo gabinete do primeiro-ministro, Naftali Bennett, e por dois membros da coligação governativa.

Esta é a consequência de semanas de paralisação política causada pela deserção de dois membros do governo, além de várias rebeliões de outros três políticos, o que acabou por tirar a maioria parlamentar à coligação, tornando-se mais difícil a governação.

As novas eleições devem vir a realizar-se no próximo outono, e serão as quintas desde abril de 2019, confirmando o período de grande instabilidade política que se vive no país. Tudo isto a meio do crescente conflito com o Irão e do aumento de conflitos com as fações palestinianas.

Os termos acordados na coligação que suporta o governo indicam que Naftali Bennett tem de deixar o cargo de forma imediata, passando a ser o ministro dos Negócios Estrangeiros, Yair Lapid, a assumir o cargo de forma interina.

O governo ainda em vigor apresentou fragilidades desde o início, até porque era composto por uma base de apoio de oito partidos, alguns deles com grandes diferenças ideológicas e religiosas.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Médio Oriente

Mais Médio Oriente

Patrocinados