Três mortos e centenas de hospitalizados por tempestades de areia no Irão

Agência Lusa , PF
22 set 2023, 17:48
Bandeira do Irão (AP)

O sudeste do Irão está a sofrer cada vez mais tempestades deste tipo, enquanto as raras zonas húmidas estão a secar a um ritmo alarmante

Pelo menos três pessoas morreram e centenas foram tratadas em Sistan-Baluchistão, uma província do sudeste do Irão atingida por tempestades de poeira, informaram esta sexta-feira meios de comunicação social locais.

As vítimas foram contabilizadas nos últimos três dias e o centro meteorológico da província previu que os ventos violentos e as tempestades de poeira continuarão a afetar a região nos próximos dias.

Um total de 1.346 pessoas das cidades de Zabul, Zahak, Hamun, Hirmand e Nimruz “procuraram ajuda médica nos hospitais e centros médicos", disse o chefe da unidade de crise da província, Majid Mohebi, citado pela agência oficial Irna.

A maioria dos pacientes sofria de problemas respiratórios, cardíacos e oculares, acrescentou, dizendo que "três pessoas morreram em acidentes [rodoviários] causados pela falta de visibilidade".

O sudeste do Irão está a sofrer cada vez mais tempestades deste tipo, enquanto as raras zonas húmidas estão a secar a um ritmo alarmante.

Na primavera, esta questão provocou tensões diplomáticas com o vizinho Afeganistão, que Teerão acusou de reduzir consideravelmente o volume de água do rio Helmand, que atravessa os dois países.

O Irão, com uma população de mais de 85 milhões de habitantes, é um dos países mais vulneráveis às alterações climáticas.

A província de Sistan-Baluchistão é uma das regiões mais afetadas pelo calor, com um milhar de pessoas hospitalizadas este verão devido a complicações ligadas ao aumento das temperaturas e às nuvens de poeira, segundo a Irna.

Médio Oriente

Mais Médio Oriente

Patrocinados