Irão começou a produzir 60% de urânio enriquecido na central de Fordow

CNN Portugal , AM com Lusa
22 nov, 09:10
Central nuclear de Fordow (Associated Press)

Instalação subterrânea, localizada a 180 quilómetros a sul de Teerão, tinha sido recentemente modificada para maior eficiência

O Irão começou a produzir 60% de urânio enriquecido na central nuclear de Fordow, muito acima do limiar de 3,67% estabelecido pelo acordo internacional de 2015 sobre o seu programa nuclear, informou esta terça-feira a agência de notícias ISNA.

"Numa carta enviada à Agência Internacional da Energia Atómica (IAEA), o Irão informou a agência que iniciou a produção de urânio enriquecido a 60% pela primeira vez em Fordow", informou a agência.

Para o processo, estão a ser usadas centrifugadoras "IR-6".

A instalação subterrânea, localizada a 180 quilómetros a sul de Teerão, tinha sido recentemente modificada para maior eficiência.

O pacto nuclear de 2015 entre o Irão e seis potências mundiais permite que o Irão use apenas centrífugadoras IR-1 de primeira geração, mas como o acordo se desfez depois que o então presidente Donald Trump o abandonou em 2018, o Teerão instalou cascatas de centrífugadoras avançadas mais eficientes, como a IR-2m, IR-4 e IR-6.

Médio Oriente

Mais Médio Oriente

Patrocinados