FC Porto: Adelino Caldeira e Fernando Gomes também foram alvo de buscas

23 nov 2021, 15:59
Estádio do Dragão (Vítor Hugo Alvarenga)

Dirigentes também investigados pelo Ministério Público e pela Autoridade Tributária

Adelino Caldeira e Fernando Gomes, administradores da SAD do FC Porto, também foram alvo de buscas na segunda-feira. A informação é adiantada pela CNN Portugal.

De acordo com esta fonte, estes dois dirigentes são visados na investigação do Ministério Público e da Autoridade Tributária por alegados pagamentos indevidos de comissões nas transferências de jogadores.

Nesta segunda-feira o Ministério Público confirmou 33 buscas, da SAD portista a domicílios, que tiveram o objetivo de investigar alegados crimes de «fraude fiscal, burla, abuso de confiança e branqueamento, relacionados com transferências de jogadores de futebol e com circuitos financeiros que envolvem os intermediários nesses negócios».

As investigações envolvem o presidente do FC Porto, Jorge Nuno Pinto da Costa, o filho Alexandre, e também o empresário Pedro Pinho, cuja defesa manifestou a convicção, já nesta terça-feira, de que não existem evidências da prática de crime.

Relacionados

Patrocinados