«Free Novax»: apoiantes de Djokovic protestam junto a hotel

6 jan, 10:37

Manifestação no exterior do Park Hotel, onde o tenista está em quarentena, juntou ainda apelos pró-refugiados

PUB

Um grupo de manifestantes concentrou-se esta quinta-feira no exterior do Park Hotel, em Melbourne, onde Novak Djokovic está em quarentena, após o seu visto ter sido revogado à entrada na Austrália.

Durante os protestos foram exibidas bandeiras da Sérvia e vários cartazes com mensagens a pedirem a libertação do tenista que lidera o ranking ATP: «Libertem o Novax» e «Acabem com o centro da tortura», podia ler-se em alguns deles.

PUB

Segundo a imprensa presente no local, esta manifestação alargou-se ainda a outros temas, tais como os migrantes, isto porque aquela unidade hoteleira foi usada para reter refugiados que procuraram asilo no país. Alguns relatos dão conta de que existiam dois grupos em frente ao Park Hotel: os apoiantes de Nole e os manifestantes pelos direitos dos refugiados.

O tenista de 34 anos também contou com apoio no aeroporto de Melbourne, com alguns adeptos vestidos com as cores do país dos Balcãs e instrumentos musicais.

Recorde-se que Novak Djokovic vai permanecer no referido hotel até segunda-feira, dia em que vai ser ouvido para fundamentar as razões da isenção médica que o permitem participar no Open de Austrália, mesmo sem que seja público se o tenista se vacinou contra a covid-19.

PUB
PUB
PUB

Relacionados

Uma newsletter para conversarmos - Decisão 22

Envie-nos as suas questões e sugestões de temas, responderemos pela caixa do correio

Saiba mais

Patrocinados