Ancelotti: «Bale queria despedir-se e jogar, mas não estava bem»

20 mai, 23:29
Carlo Ancelotti e Gareth Bale no Real Madrid

Treinador do Real Madrid espera ter o galês para a final da Champions e confirma saída de Isco. Deixa no ar o mesmo caminho, mas sem clarificar, sobre Marcelo

O treinador do Real Madrid, Carlo Ancelotti, confirmou que o futebolista galês Gareth Bale não pôde estar nem no banco de suplentes ante o Betis, no que seria o provável último jogo ao serviço do clube no Santiago Bernabéu, esta sexta-feira, confirmando ainda que Isco termina o seu ciclo nos merengues.

«Bale queria despedir-se e queria jogar, mas não estava bem. Tem uma última possibilidade porque vai estar bem para a final [ndr: da Liga dos Campeões]», referiu, após o empate ante o Betis (0-0) na 38.ª e última jornada da liga espanhola, esta sexta-feira, citado pelo As e pela Marca.

Isco, médio de 30 anos, é outro dos que está de saída, ao fim de nove épocas.

«Fez uma carreira fantástica e foi chave nos grandes feitos do Real Madrid. Também acredito que podia ter feito mais, mas creio que foi uma peça importante nesta equipa. Jogou muitos jogos importantes, finais, competiu sempre com qualidade. Desejo-lhe o melhor», apontou.

Já sobre Marcelo, muito aplaudido pelos adeptos esta sexta-feira, no Santiago Bernabéu, Ancelotti deixou a possível saída menos esclarecida.

«Ainda não se despediu, continua a ser o nosso capitão. Será o nosso capitão em Paris [ndr: na final da Liga dos Campeões ante o Liverpool a 28 de maio]. Se no final se despedir, vai-se um dos melhores laterais do mundo. Creio que o Marcelo está a falar com o clube, não sei», respondeu.

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

PR Marcelo

Mais PR Marcelo

Patrocinados