Benjamin Mendy libertado e julgamento adiado para junho

7 jan, 16:18
Benjamin Mendy (Getty Images)
Benjamin Mendy (Getty Images)

Internacional francês foi preso em finais de agosto, acusado de sete crimes de violação e um de abuso sexual

PUB

O futebolista do Manchester City, Benjamin Mendy, foi libertado esta sexta-feira e colocado sob supervisão judicial, depois de uma audiência em Chester, no noroeste de Inglaterra.

O internacional francês, que foi preso em finais de agosto, dia 26, acusado de sete crimes de violação e um de abuso sexual, viu o juiz Patrick Thompson decidir pela libertação, sob fiança, de acordo com a imprensa britânica.

PUB

As condições da fiança não foram detalhadas de forma aberta em tribunal, mas Thompson disse a Mendy que ele deve permanecer no seu domicílio, não contactar com os queixosos e entregar o seu passaporte até ao final desta sexta-feira. Segundo os jornais ingleses, Mendy respondeu ao juiz com um «ok».

O colega de equipa dos portugueses Rúben Dias, João Cancelo e Bernardo Silva é acusado de crimes ocorridos entre outubro de 2020 e agosto de 2021 e deve começar a ser julgado a partir de 27 de junho, no mínimo. Inicialmente o julgamento estava agendado para 24 de janeiro, data até à qual estava também prevista a prisão preventiva.

PUB
PUB
PUB

O gaulês, suspenso pelo Manchester City em agosto, pode sair da prisão de Manchester, uma das mais duras do país e para a qual foi transferido desde Liverpool, a 23 de dezembro. Porém, a 24 de janeiro, está marcada nova audiência preliminar, na qual esta medida mais leve pode ser revista.

O lateral-esquerdo é acusado de sete violações contra quatro mulheres, incluindo uma menor, e uma de agressão sexual a uma quinta, várias na sua residência em Prestbury, Cheshire. Se for provada a sua culpa, incorre em pena que pode chegar a prisão perpétua.

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Patrocinados