Adolescente que matou dois homens em protestos contra racismo foi absolvido

19 nov, 19:51
Kyle Rittenhouse, acusado da morte de duas pessoas, chora em tribunal
Kyle Rittenhouse, acusado da morte de duas pessoas, chora em tribunal

Júri norte-americano, composto por 12 pessoas, emitiu veredito após três dias e meio de deliberação à porta-fechada

PUB

O adolescente norte-americano Kyle Rittenhouse, que matou dois homens e feriu um terceiro em 2020, durante protestos contra a violência policial contra negros em Kenosha, no Estado norte-americano do Wisconsin, foi esta sexta-feira absolvido de todas as acusações.

O júri, composto por 12 pessoas, emitiu este veredicto após três dias e meio de deliberação à porta-fechada, depois de Rittenhouse ter alegado legítima defesa no caso do tiroteio que esteve no centro de um debate nacional sobre a posse de armas, a existência de vigilantes que fazem justiça por mãos próprias e a injustiça racial nos Estados Unidos.

PUB

Rittenhouse, atualmente com 18 anos, poderia ter sido condenado a prisão perpétua, pena pedida pela acusação, se considerado culpado da mais grave acusação de que era alvo: homicídio qualificado.

Era ainda acusado de homicídio, tentativa de homicídio e de colocar em risco a segurança pública, por matar dois homens e ferir um terceiro com uma arma semiautomática, durante uma noite de protestos antirraciais no tumultuoso verão de 2020.

PUB
PUB
PUB

O adolescente hoje ilibado é branco, como eram também brancos os homens que matou e feriu. O júri era também maioritariamente branco.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

E.U.A.

Mais E.U.A.