Giggs ouviu as acusações que lhe são imputadas e declarou-se inocente

23 jul 2021, 21:27
Ryan Giggs

Antigo jogador do Manchester United e atual selecionador galês, ainda que esteja afastado do cargo, deve ir a julgamento a 24 de janeiro de 2022

Ryan Giggs negou esta sexta-feira a acusação de agressão e controlo abusivo à ex-namorada, Kate Greville, de acordo com a BBC.

Acusado de ter agredido a ex-companheira entre agosto de 2017 e novembro de 2020, o ainda selecionador galês, atualmente afastado do cargo, declarou-se inocente, ele que foi ouvido pelo tribunal de Manchester.

Giggs ouviu as alegações que lhe são imputadas, que incluem agressões a Kate Greville, como pontapés nas costas, e à irmã, Emma Graville, e ameaças de chantagem psicológica.

A acusação mais recente que o antigo jogador do Manchester United enfrenta data do dia 1 de novembro, altura em que alegadamente provocou danos físicos a Kate Greville e espancou Emma.

Ryan Giggs deve ir a julgamento no dia 24 de janeiro de 2022.

Relacionados

Patrocinados