6-3! City humilha United com três golos de Haaland e três de Foden

2 out, 15:59

O norueguês e o inglês dizimaram o rival da cidade; Ronaldo não saiu do banco de suplentes

6-3. 

O Manchester City «atropelou» o Manchester United no dérbi e mostrou que apesar de dividirem a cidade, há um mundo a separar as duas equipas. Ainda assim, o resultado acaba por ser lisonjeador para os «red devils» que estiveram perto de sofrer uma goleada histórica. 

Ten Hag voltou a não usar Ronaldo de início, mantendo a aposta em Bruno Fernandes e em Dalot. Por sua vez, Guardiola deixou Rúben Dias no banco de suplentes e lançou Bernardo e Cancelo de início. Foi precisamente o esquerdino quem assistiu Phil Foden para o 1-0 aos 12 minutos.


Insaciáveis, os campeões ingleses dominaram o jogo a seu bel-prazer e chegaram com naturalidade ao 2-0 pelo inevitável Erlind Haaland. O norueguês antecipou-se a McTominay e desviou um canto de De Bruyne para o 12.º golo na prova. Volvidos três minutos, o atacante dos «citizens» chegou ao 3-0 depois de uma assistência fabulosa do craque belga.
 

 

O resultado ganhou contornos de escândalo ainda antes do intervalo. Desta feita, Haaland serviu Foden que se antecipou a Malacia e chegou ao segundo golo da conta pessoal. Insatisfeitos com o que estavam a ver no Etihad, dezenas de adeptos do United saíram do estádio.

Ten Hag trocou Malacia por Shaw ao intervalo. Não foi como consequência direta da substituição, mas os red devils fizeram melhor que na primeira parte - pior era difícil, diga-se. Antony fez um golaço e reduziu a diferença no marcador (56m). O golo sofrido acordou o Manchester City que marcou dois golos em nove minutos: primeiro Haaland chegou ao hat-trick e depois foi Foden a assinar o terceiro da conta pessoal.
 

 

À entrada para o quarto de hora final, Guardiola retirou De Bruyne, Foden, Gundogan e Grealish do jogo e a equipa relaxou um pouco perante a vantagem dilata que havia construído. Quem aproveitou para minimizar os estragos foi o Man. United que marcou por duas vezes, ambas por Martial - o segundo foi na sequência de um penálti cometido por Cancelo. 
 

Ronaldo assistiu à humilhação dos red devils do banco de suplentes. O conjunto de Ten Hag tem 12 pontos e está a oito do rival da cidade, embora tenha um jogo a menos. Os «citizens» têm 20 pontos e estão no segundo lugar, um ponto atrás do líder Arsenal.


 

 

 

Relacionados

Ronaldo

Mais Ronaldo

Patrocinados