Indonésia: 125 adeptos mortos num jogo com portugueses

2 out, 00:08

Tragédia no futebol indonésio após jogo entre o Arema, de Abel Camará e Sérgio Silva, e o Persebaya

Uma tragédia sem precedentes nas últimas décadas atingiu neste sábado o futebol indonésio e acabou com 125 vítimas confirmadas, após o encontro entre o Arema e o Persebaya, disputado no Estádio Kanjuruhan, em Malang.

As autoridades relataram neste domingo de manhã que 174 pessoas tinham morrido na tragédia, mas ao fim do dia (hora local) baixaram o número para 125 devido a «um erro no registo» nos hospitais que tratavam as vítimas, disse a Polícia Nacional.

De acordo com as informações da imprensa local, tudo começou após os adeptos da equipa da casa, na qual jogam Abel Camará e Sérgio Silva, terem invadido o relvado na sequência da derrota com o rival.

A polícia começou por disparar gás lacrimogénio, algo que está proibido pela FIFA, e o pânico dos adeptos, juntamente com a desorientação provocada pelo gás, fez com que muitos caíssem e acabassem pisados pela multidão. Além disso, as informações apontam para cerca de 180 feridos após disparos da polícia, na tentativa de dispersar os adeptos.

De acordo com a CNN da Indonésia, que cita a polícia local, 34 pessoas morreram ainda no estádio, e as restantes já nos hospitais.

«Neste incidente, morreram 127 pessoas, duas delas membros da Polícia Nacional. Das quais 34 pessoas morreram no estádio, as restantes no hospital durante os esforços de resgate. Ainda há 180 pessoas em processo de tratamento», referiu Nico Afinta, chefe da polícia de Java Oriental.

Os distúrbios estenderam-se depois às imediações do estádio, havendo registo de confrontos entre a polícia e a população, que inclusivamente levaram os adeptos a destruir dez carros policiais, alguns dos quais foram queimados.

Os jogos entre o Arema e o Persebaya costumam ficar marcados por distúrbios, tendo já existido problemas graves no último confrontos entre as duas equipas, em maio, pelo que as autoridades decidiram que desta vez apenas seria permitida a entrada de adeptos da equipa da casa: precisamente o Arema.

Ambos os clubes já se pronunciaram e lamentaram o sucedido e as vitimas mortais, sendo que o campeonato foi imediatamente suspenso pelas autoridades. De referir que Abel Camará e Sérgio Silva jogaram esta partida.

Patrocinados