«Sérgio Conceição foi o melhor treinador que tive, é uma inspiração»

26 jun, 00:03
Guillaume Gillet (AP Photo/Steven Governo)

Gillet terminou a carreira de jogador e quer usar os métodos que aprendeu com o técnico do FC Porto na nova aventura nos bancos

O antigo internacional belga Guillaume Gillet terminou a carreira e prepara-se para assumir a primeira aventura nos bancos, como treinador adjunto de Felice Mazzu, no Anderlecht. Nesta nova etapa, vai colocar em prática o que aprendeu com os técnicos com quem trabalhou ao longo dos anos e dos quais destaca o português Sérgio Conceição, com quem se cruzou no Nantes em 2016/17.

«Tive muitos bons treinadores, Ariël Jacobs, Besnik Hasi, John van den Brom, mas o melhor foi sem dúvida Sérgio Conceição», começou por dizer ao Het Laatste Nieuws.

«A sua forma de trabalhar é uma fonte de inspiração para mim. O seu discurso, a sua abordagem, as suas técnicas de motivação e, acima de tudo, como ele consegue manter todos envolvidos, tanto os titulares como os suplentes», acrescentou.

Internacional pela Bélgica em 23 ocasiões, Gillet passou enquanto jogador por RFC Liège, RCS Visé, Eupen, Gent, Anderlecht, Bastia, Nantes, Olympiakos, Lens, Charleroi e Waasland-Beveren.

Relacionados

Patrocinados