«Payet está afetado psicologicamente», revela presidente do Marselha

21 nov 2021, 23:26

Pablo Longoria pediu «uma reflexão» a todos os agentes desportivos em França depois de uma «noite negra» em Lyon

O Lyon-Marselha foi interrompido ainda antes dos cinco minutos depois de Payet ter sido atingido por uma garrafa atirada da bancada. Após uma longa espera, o árbitro entendeu não estarem reunidas as condições para que o encontro fosse reatado.

O presidente do Marselha revelou que o internacional gaulês ficou «afetado psicologicamente» com o que aconteceu.

«O Dimitri Payet está afetado psicologicamente, não é normal. Sempre condenados qualquer tipo de violência. Quem gosta de futebol não pode estar feliz esta noite. A pancada foi violenta e ele está a fazer gelo na cabeça no balneário», disse Pablo Longoria, citado pelo L'Équipe.

«A questão é simples: o árbitro é que tinha de decidir [sobre interrupção ou não jogo]. Além disso, era preciso saber como estavam psicologicamente os jogadores. É uma noite negra para o futebol. Viemos aqui para jogar. Desportivamente a decisão foi parar o jogo», acrescentou. 

O dirigente assumiu ainda que vai aceitar «qualquer tomada de posição por parte da Ligue 1» e reconheceu que não é normal o que tem acontecido no futebol francês nas últimas semanas.

«Tenho de respeitar qualquer que seja a decisão da Liga. Temos de fazer várias perguntas a nós mesmos e analisar o que se tem passado com esta violência constante. Temos de fazer as reais perguntas. O espetáculo deve ser no relvado. Poderíamos estar a falar de um grande jogo entre duas equipas, mas não estamos. É uma altura de reflexão para todos. Honestamente, não tenho solução para isto. (...) Temos de deixar as autoridades fazerem o seu trabalho e refletir juntamente com todos os jogadores sobre o que estamos a passar. », frisou. 

 

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Patrocinados