Árbitro diz que nunca pensou retomar o Lyon-Marselha, Prefeitura contraria-o

22 nov 2021, 00:00

Ruddy Buquet sublinhou que nunca lhe passou pela cabeça não suspender o encontro; Prefeitura de Lyon nega a versão do juiz em comunicado enviado às redações dos jornais franceses

O árbitro do Lyon-Marselha falou à imprensa para justificar o motivo de ter suspendido o jogo, depois de Payet ter sido atingido por uma garrafa atirada da bancada. Ruddy Buquet contrariou a versão de Jean-Michel Aulas, presidente do clube da casa, e sublinhou que a sua intenção nunca foi retomar o encontro.

«Gostaríamos que o jogo tivesse sido retomado, mas a minha decisão foi sempre não o fazer. Era preciso ter outras coisas em consideração. Por razões desportivas que são óbvias, não poderia ter retomado o jogo. Além disso, há o lado extra-desportivo. A decisão final coube-me a mim e tomei-a», frisou, citado pelo L'Équipe. 

«Temos de proteger os jogadores. Somos os primeiros a zelar pela segurança. Por isso, decidi voltar para o balneário. O estádio estava cheio e era importante evacuar os jogadores que precisavam de estar seguros», acrescentou ainda.

No entanto, o mesmo jornal francês, contraria a versão apresentada pelo juiz da partida. De acordo com o L'Équipe, que cita um comunicado da Prefeitura de Lyon, Buquet anunciou às autoridades de segurança e aos presidentes dos dois clubes a intenção de retomar o encontro. Depois, o árbitro mudou de ideias e comunicou a decisão aos mesmos elementos a quem havia dito o contrário. 
 

Relacionados

Patrocinados