Covid-19: Barcelona prevê praga de lesões com o regresso da competição

4 mai 2020, 12:07
Messi lesionado (Reuters)

Clube catalão fala, num cenário «otimista», «entre cinco a dez lesões» no primeiro mês

Uma nota interna dos serviços médicos do Barcelona a que o jornal As teve acesso exprime uma enorme preocupação com a saúde dos jogadores num eventual regresso à competição nos próximos tempos. Os médicos não falam propriamente da pandemia da covid-19, mas de um elevado risco de vir aí uma praga de lesões caso a atividade seja agora retomada depois de dois meses de confinamento.

Num cenário mais otimista, o documento fala na possibilidade de se contraírem «entre cinco a dez lesões» no primeiro mês de competição. E os motivos apresentados para este cenário são múltiplos: período de dois meses de confinamento com sequelas inevitáveis no estado físico dos jogadores, treinos deficitários, ausência de jogos de preparação para ajudar a recuperar ritmo de competição, tempo insuficiente para a recuperação da fadiga muscular entre jogos [fala-e numa diferença de 72 horas], temperaturas elevadas no verão e exigência mental máxima na definição dos títulos num curto espaço de tempo.

O departamento médico do Barcelona faz ainda uma chamada de atenção a um trabalho de prevenção durante a fase de readaptação «nos isquiotibais [músculos da coxa] e nas articulações». Neste caso, além de um treino específico para prevenir estas lesões, com trabalho de força no ginásio, os preparadores físicos também vão de ter em conta o historial e antecedentes dos jogadores ao nível de lesões.

Um problema sério, sobretudo para o Barcelona que tem um dos planteis mais curtos da liga espanhola, com apenas 19 jogadores, um deles, Dembélé, com uma lesão grave, e, além da liga espanhola, o Barça ainda vai também jogar a Liga dos Campeões.

Só esta temporada, o Barça já teve doze lesões no plantel relacionadas com problemas nas coxas ou articulações e Dembélé e Luís Suárez tiveram mesmo de ser submetidos a intervenções cirúrgicas. Apenas dois jogadores ainda não tiveram quaisquer problemas físicos esta época e, curiosamente, chegaram ambos no verão: Frenkie de Jong e Antoine Griezmann.

Relacionados

Covid-19

Mais Covid-19

Mais Lidas

Patrocinados