Nuno Tavares marca, golo 100 de Ronaldo na Premier e Arsenal bate Man. Utd

23 abr, 14:32

Bruno Fernandes desperdiçou penálti e Ronaldo, aplaudido ao minuto sete, ainda viu golo anulado. Triunfo dos londrinos por 3-1 na 34.ª jornada

O Arsenal recebeu e venceu o Manchester United por 3-1, no Emirates, em Londres, no duelo da 34.ª jornada da Premier League inglesa, este sábado. Um jogo que teve muito toque português em campo: cinco lusos titulares, Nuno Tavares marcou, Cristiano Ronaldo também – e viu um golo anulado – e Bruno Fernandes falhou um penálti.

O primeiro golo da partida surgiu logo por Nuno Tavares, aos três minutos, depois de uma jogada do Arsenal pelo lado esquerdo, que culminou com um desvio do lateral ex-Benfica na área, num lance em que ficaram patentes algumas debilidades defensivas da equipa comandada por Ralf Rangnick.

O golo de Nuno Tavares:

O Arsenal ainda festejou o 2-0 aos 28 minutos, mas Nketiah estava em fora-de-jogo, num lance que passou pela revisão do vídeo-árbitro e que acabou com… penálti a favor do Arsenal, por falta na área. Bukayo Saka, da marca dos 11 metros, dobrou a vantagem dos homens liderados por Mikel Arteta.

Contudo, houve tempo para o Manchester United reagir e reduzir a diferença ainda na primeira parte, por Cristiano Ronaldo: boa iniciativa e cruzamento de Matic, para o português aparecer entre os centrais e à saída do guarda-redes, desviando de pé esquerdo para o fundo da baliza. Golo histórico, o 100.º de Ronaldo na Premier League, sempre ao serviço da equipa de Manchester.

O golo de Ronaldo:

Na segunda parte, um momento decisivo do encontro aconteceu aos 57 minutos, quando o português Bruno Fernandes desperdiçou, com um remate ao poste, uma grande penalidade que daria o 2-2 no marcador.

Logo a seguir, Cristiano Ronaldo bisou para o empate, mas o golo foi anulado por fora-de-jogo, aos 61 minutos: posição irregular milimétrica, confirmada pelo vídeo-árbitro.

Com o 2-1 no marcador, o United acreditou que era possível o empate e Nuno Tavares mostrou, a meio da segunda parte, algum desconforto defensivo em alguns lances. Porém, o Arsenal pôde descansar e respirar melhor com o 3-1, num belo golo de Granit Xhaka.

O golo de Xhaka:

Já com o resultado final fixado, Cédric Soares foi substituído na equipa do Arsenal, aos 90+1m. Bruno já tinha saído antes no United, aos 84 minutos. Além de Ronaldo e Bruno, também Diogo Dalot foi opção inicial nos visitantes.

O jogo ficou marcado, tal como em Anfield, ante o Liverpool, pela homenagem dos adeptos do Arsenal a Ronaldo, ao minuto sete, com um aplauso unânime depois da tragédia familiar a meio da semana.

Na classificação, o Arsenal, que tem ainda um jogo a menos, soma 60 pontos e afirma-se na luta pela Champions, cada vez mais complicada para o United, que tem 54 pontos e mais um jogo do que os londrinos.

Relacionados

Patrocinados