Everton lembra posicionamento no Benfica: «Acabou por incomodar-me»

7 jul, 21:09
Everton Cebolinha apresentado no Flamengo

Futebolista brasileiro, apresentado em conferência de imprensa no Flamengo esta quinta-feira, sublinha que evoluiu «na parte defensiva», mas que ficou mais longe da baliza contrária

O futebolista brasileiro Everton Cebolinha, que no Benfica foi treinado por Jorge Jesus e Nélson Veríssimo, lembrou esta quinta-feira o encaixe tático nos encarnados durante o período em Portugal, considerando mesmo que ficou incomodado com as novas funções e mais longe da baliza adversária.

«Eu sempre estive acostumado a jogar mais pelo lado esquerdo. Principalmente agora, na minha passagem no Benfica, fiz outras posições também, mas isso creio que o professor Dorival vai decidir o melhor para mim e para a equipa», começou por dizer o antigo jogador do Benfica, que antes tinha representado o Grémio, no Brasil, na conferência de imprensa de apresentação como jogador do Flamengo.

Ainda sobre a função que desempenhou no sistema tático do Benfica, Everton sublinhou que até melhorou na prestação defensiva, mas que, por outro lado, isso tirou-lhe fulgor ofensivo.

«Era uma posição que não estava acostumado a jogar, a de ala, como todo o mundo sabe. Aquilo acabou por incomodar-me, porque obviamente ali eu não vou render o que era esperado de mim, todos sabem qual a posição onde gosto de jogar, onde estou habituado a jogar. Vinha de duas temporadas muito boas, tinha feito 43 golos se não me engano e é muita coisa para um extremo, que não está sempre perto da baliza. Acabei por fazer funções mais distantes, não era o que estava habituado, mas creio que foi uma aprendizagem, adaptação. Pude evoluir na parte tática, na parte defensiva, que também é importante», apontou Everton, que no Benfica fez um total de 95 jogos e 15 golos em duas épocas.

Relacionados

Benfica

Mais Benfica

Patrocinados