Piloto ameaça terminar voo depois de alguém partilhar “nude” com outros passageiros

CNN , David Williams
1 set, 17:05
Nude

Passageiro da Southwest Airlines enviou por Airdrop uma fotografia de si mesmo nu a outros viajantes. Piloto não gostou.

O piloto de um voo da Southwest Airlines ameaçou cancelar a descolagem depois de alguém no avião ter enviado uma fotografia nua a outros passageiros.

O incidente, que envolveu o serviço de transferência de ficheiros da Apple AirDrop, aconteceu  num avião prestes a descolar no aeroporto William P. Hobby, em Houston, nos Estados Unidos, e que se dirigia para Cabo San Lucas, no México.

"Então, a situação é esta: se isto continuar enquanto estivermos em terra, vou ter de recuar até ao portão, toda a gente vai ter de sair, vamos ter de envolver a segurança e... as férias vão ficar arruinadas", disse o piloto ao altifalante no avião, tal como se pode ver num vídeo que já foi visto cerca de 2,7 milhões de vezes no TikTok.

"Por isso, pessoal, seja lá o que for essa coisa do AirDrop, parem de enviar fotografias nuas e vamos para o Cabo".

A passageira Teighlor Marsalis filmou o vídeo e disse à CNN que ela e os seus amigos tinham acabado de embarcar no avião quando ela e as pessoas à sua volta receberam a notificação de ficheiros a serem partilhados através de AirDrop. Marsalis disse que recusou o ficheiro, mas duas mulheres à sua frente aceitaram-no e mostraram-lhe a fotografia.

"Era um homem que tinha enviado por AirDrop a todos uma fotografia de si próprio nu", contou.

Marsalis disse ter visto outra mulher ficar perturbada com as fotografias e relatar o que estava a acontecer a um assistente de bordo.

Um assistente de bordo foi contar ao piloto o que tinha acontecido, e Marsalis disse que tinha começado a filmar porque pensava que algo iria acontecer.

"A segurança e o bem-estar dos clientes e dos empregados é a maior prioridade da equipa do Southwest em todos os momentos. Quando se tornam conscientes de um potencial problema, os nossos empregados abordam questões para apoiar o conforto daqueles que viajam connosco", disse a Southwest Airlines em comunicado.

Segundo Marsalis, o piloto foi realmente profissional sobre o assunto e lidou bem com a situação.

Um assistente de bordo deu a volta para verificar toda a gente e, após cerca de dez minutos, a tripulação passou pelos procedimentos de segurança e descolaram.

Segundo ela, nada mais aconteceu durante o voo.

Viagens

Mais Viagens

Na SELFIE

Patrocinados