Avançado do Fulham detido por alegada agressão

23 jan 2019, 19:27
Fulham-Wolverhampton

Aboubakar Kamara terá agredido um funcionário do clube e está suspenso

Aboubakar Kamara, avançado do Fulham, terá sido detido por agressões a um membro do staff do clube, segundo anunciam a BBC e a Sky Sports. Até ao momento nem o clube, nem a polícia confirmaram a identidade do detido, mas o clube já anunciou que o prevaricador está suspenso de todas as atividades por tempo indefinido.

A polícia metropolitana de Londres anunciou apenas a detenção de um homem de vinte anos no centro de treinos de New Malden, onde treina o Fulham, na passada segunda-feira. Mais a polícia informou que o mesmo indivíduo tinha sido libertado posteriormente, mas que se encontra sob investigação das autoridades policiais.

O clube, por seu lado, emitiu um comunicado, a agradecer a atenção disponibilizada pela polícia, mas também não confirma a identidade do agressor. «Vamos abster-nos de mais comentários, mas garantimos total cooperação com a investigação que está a decorrer de forma a garantir um ambiente seguro e saudável no local de trabalho», limitou-se a adiantar o Fulham.

Kamara, avançado francês de 23 anos, contratado em 2017, tem um historial de conflitos no clube. Já no início da presente época teve um desentendimento com o treinador Claudio Ranieri depois de ter desperdiçado uma grande penalidade que não era ele que devia ter marcado. Mais recentemente, também se envolveu numa luta com Mitrovic no decorrer de uma sessão de ioga promovida pelo clube.

Kamara ignorou ordens e levou Ranieri ao desespero: «Quis matá-lo»

 

Relacionados

Patrocinados