Sterling deixa Qatar após assalto à mão armada à sua casa em Inglaterra

4 dez 2022, 23:17
Inglaterra-Irão

Selecionador não garante regresso do jogador ao Mundial 2022

A cerca de duas horas do apito inicial do Inglaterra-Senegal, a seleção inglesa comunicou a indisponibilidade de Raheem Sterling para o jogo dos oitavos de final do Mundial devido a motivos familiares e após o jogo vários meios de comunicação social ingleses reportaram o que aconteceu.

Segundo a BBC Sports e a Sky Sports, na noite deste sábado, homens armados invadiram a casa da família do jogador do Chelsea. Na habitação estavam, acrescenta o The Sun, a atual mulher do futebolista inglês e dois dos três filhos, de cinco e três anos.

Abalado pela situação e preocupado com a segurança dos filhos - tem três, dois fruto da relação com a atual companheira - optou por regressar ao Reino Unido, decisão já confirmada pelo selecionador.

«Por vezes o futebol não é o mais importante e a família deve vir em primeiro lugar», disse Gareth Southgate após o jogo que terminou com a vitória de Inglaterra por 3-0 e o consequente apuramento para os quartos de final.

«Queremos dar-lhe algum espaço e veremos nos próximos dias como é que tudo se desenrola», acrescentou sem certezas de que Sterling regresse ao Qatar a tempo do jogo com França no próximo sábado. «Não sei, ele precisa de tempo para lidar com esta situação, não quero pressioná-lo», disse.

De acordo com o jornal The Sun, os assaltantes levaram com eles relógios avaliados em 300 mil libras (cerca de 350 mil euros). A mesma publicação dá conta de que o assalto durou menos de 15 minutos e que o alarme foi disparado após terem deixado a habitação. Até à publicação deste artigo não havia informações sobre o estado em que se encontram a mulher e os filhos de Sterling.

Relacionados

Patrocinados