As medidas dos outros países para combater o enorme aumento de preços

5 set, 18:54

Portugal apresentou esta segunda-feira um pacote de medidas para lidar com a subida da inflação. Os críticos apontam a demora do executivo, uma vez que por toda a Europa há já medidas em vigor. Eis uma lista do que estão os outros países a fazer

Pensões e outros apoios diretos

Alemanha: cheque-energia de 300 euros para reformados e de 200 euros para estudantes; reforço de 18 euros nos subsídios para agregados com dependentes, atualmente nos 219 euros; bónus de 300 euros brutos para todos os trabalhadores

França: aumento de 4% nas pensões, eliminação da contribuição individual avaliada em 138 euros mensais, abonos de família, abonos por deficiência e bolsas de estudo sociais com revisões de 4%

Grécia: bónus de 200 euros nas pensões

Áustria: cheque de 300 euros a famílias carenciadas

Países Baixos: subsídio de energia de 800 euros para famílias carenciadas

 

Transportes

França, Bélgica, Espanha, Alemanha: descida dos combustíveis, com recurso a mexidas nos impostos, permitindo descontos

Alemanha: intenção de recuperar passe mensal de transportes públicos a 9 euros

Espanha: gratuitidade dos passes nos comboios suburbanos,

 

IVA do gás

Espanha e Itália: reduziram IVA para 5%

Alemanha: reduziu IVA para 7%

França: preços do gás congelados ao nível do registado no final de 2022

 

Eletricidade

França, Bélgica, Espanha, Polónia, Roménia: impuseram limitações às subidas na fatura da luz

Reino Unido: desconto acumulado de 400 libras nas faturas

 

Rendas

Espanha: travão nas rendas, que só podem subir 2%

França: travão nas rendas, que só podem subir 3,5%

Dinamarca: travão nas rendas, que só podem subir 4%

 

Lucros extraordinários

Espanha: taxar lucros extraordinários do setor da energia e banca

Reino Unido, Itália, Eslováquia, Bulgária, Roménia: taxar lucros extraordinários do setor da energia

Alemanha: estuda taxar lucros extraordinários do setor da energia

Relacionados

Economia

Mais Economia

Patrocinados