Portugal regista excedente de 0,8% do PIB no primeiro semestre

Agência Lusa , AM
23 set, 11:18
Finanças (Getty Images)

Economia inverte a tendência do défice registada no período homólogo do ano passado

Portugal registou um excedente de 1,9% do Produto Interno Bruto (PIB) no segundo trimestre deste ano, em contas nacionais, invertendo a tendência do défice de 5,6% registada no período homólogo de 2021, divulgou o Instituto Nacional de Estatística.

“Tomando como referência os valores trimestrais e não o ano acabado no trimestre, o saldo das AP no 2.º trimestre de 2022 atingiu 1.104,6 milhões de euros, correspondendo a 1,9% do PIB, o que compara com -5,6% no período homólogo”, refere a nota do INE.

O INE indica ainda que, considerando o primeiro semestre, o saldo foi também positivo, fixando-se em 0,8% do PIB, “registando-se uma melhoria expressiva deste indicador face não só aos semestres homólogos de 2020 e 2021, marcados pela pandemia Covid-19, mas igualmente face a 2019”.

O défice registado nos primeiros três meses do ano foi de 0,4% do PIB.

Economia

Mais Economia

Patrocinados