Treinador despede-se ao intervalo, médico pega na equipa e vence

13 mai, 11:29
Brasiliense (DR)

Incrível episódio no Brasil, com «Chicotada» inusitada ao intervalo

«Chicotadas psicológicas» há muitas, mas... ao intervalo? 

Foi isso mesmo que aconteceu num jogo do Brasiliense a contar para o quarto escalão (Série D) do campeonato brasileiro.

Insatisfeito com as críticas do presidente pela má exibição da equipa na primeira parte do jogo, o treinador Paulo Roberto Santos não perdeu tempo e resolveu logo ali, no balneário, deixar o comando da equipa, demitindo-se juntamente com o restante staff técnico. 

Sem treinador para o segundo tempo, o Brasiliense foi orientado a partir do banco pelo médico da equipa, Jorge Oliva, e acabou mesmo por ganhar o jogo por 2-1 frente ao Real Brasília.

O Brasiliense passou assim para a liderança do Grupo 5 da Série D do Brasileirão e acabou por prestar tributo ao Doutor Jorge. «The Special One!», escreve o clube da capital federal numa publicação em que destaca os melhores momentos do seu técnico improvisado e vitorioso.

Relacionados

Brasil

Mais Brasil

Patrocinados