Casal de emigrantes perdeu a vida a fugir das chamas em Murça

19 jul, 00:15

Perdas foram já lamentadas pelo Presidente da República e pelo Governo. Casal tinha mais de 70 anos e estava de férias em Portugal. Fugiram das chamadas em Penabeice. Veículo onde seguiam despistou-se e caiu numa ravina

O cenário de inferno fê-los sair de casa para aquela que seria a última viagem. Um casal na casa dos setenta anos acabaria por morrer ao fugir da aldeia de Penabeice, em Murça, onde as chamas lavram desde a tarde de domingo.  

O veículo onde seguiam caiu numa ravina. Os corpos foram encontrados carbonizados. Não se conhecem os nomes deste casal, mas sabe-se que tinham 70 e 72 anos e que eram emigrantes em França, tendo regressado à aldeia de Penabeice para férias. 

Os corpos, carbonizados, foram retirados durante a noite, numa operação conjunta dos bombeiros, GNR e Polícia Judiciária. Os contornos do acidente estão agora a ser investigados. 

“Despiste seguido de capotamento”, haveria de confirmar o comandante da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, André Fernandes. A mesma informação tinha sido avançada pelo presidente da Câmara de Murça, Mário Artur Lopes. O acidente ocorreu “numa zona queimada e o carro estava carbonizado”, explicou o autarca. 

Estas duas mortes são contabilizadas pelas autoridades como tendo acontecido no âmbito dos incêndios, elevando o balanço de vítimas mortais para três, depois do piloto André Serra, que perdeu a vida na sequência da queda do avião anfíbio que comandava na zona de Foz Côa. 

As perdas já foram lamentadas tanto pelo Presidente da República como pelo Governo. “Independentemente do contexto em que ocorreu e das causas o que terão motivado, não posso deixar de lamentar profundamente o acidente de viação que motivou duas mortes no concelho de Murça e de apresentar os meus sentimentos aos familiares das vítimas”, reagiu Marcelo Rebelo de Sousa. 

Já o ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro, manifestou os “mais profundos sentimentos” aos familiares e amigos do casal de idosos. 

Penabeice pertence à freguesia de Jou, que durante a tarde desta segunda-feira esteve cercada pelas chamas. Mais de metade da área florestal do concelho de Murça já terá ardido, na ordem dos três mil hectares em apenas um dia. Seis aldeias de Murça foram evacuadas. As chamas acabaram por atingir outros dois concelhos: Vila Pouca de Aguiar e Valpaços. 

Relacionados

País

Mais País

Patrocinados