Portugal mantém situação de alerta até quinta-feira

19 jul, 22:05
Ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro (António Cotrim/ LUSA)

Na quinta-feira será feita uma nova avaliação, para decidir a manutenção ou o agravamento do nível de alerta. Prevê-se que a partir de dia 23 possa haver um aumento das temperaturas

O Governo prolongou a situação de alerta para os incêndios em Portugal até quinta-feira (dia 21), com reavaliação no mesmo dia, anunciou o ministro da Administração Interna, esta terça-feira.

Em conferência de imprensa na sede da Proteção Civil, em Carnaxide, José Luís Carneiro lembrou que a situação de alerta é uma situação que comporta a avaliação de risco em várias regiões do país e que "a partir do dia 22/23 prevê-se que possa haver um recrudescimento (aumento) das temperaturas e nomeadamente o aumento da percentagem de território nacional que encontrará em risco de seca extrema".

"Por isso no dia 21 reavaliaremos os termos em que a partir do dia 22 ou 23 procederemos à manutenção ou agravamento das medidas de contingência", afirmou o ministro. 

A situação de alerta, nível de resposta mais baixo previsto na Lei de Bases da Proteção Civil, está em vigor em Portugal continental desde as 00:00 de segunda-feira e até às 23:59 de hoje, tendo em conta que as temperaturas baixaram, depois de o país ter estado sete dias em situação de contingência.

Meteorologia

Mais Meteorologia

Patrocinados