Incêndio em Rio Tinto mata mãe de 75 anos e filha de 35

CNN Portugal , Com Lusa, atualizada às 21:01
12 jun, 15:58

Dois bombeiros tiveram de ser assistidos. Fogo começou no quarto e provocou a morte no local da mulher de 35 anos. Idosa ainda foi transportada para o hospital, mas não resistiu

Duas mulheres morreram em Rio Tinto, no concelho de Gondomar, na sequência de um incêndio numa habitação que deflagrou num quarto, indicou fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) do Porto. 

A vítima, de 35 anos, era filha de uma idosa, de 75, que tinha ficado gravemente ferida. Ainda foi transportada para o Hospital de São João, mas acabou por não resistir ao ferimentos.

A ocorrência foi registada na Rua da Venda Nova, em Rio Tinto, às 11:49. O alerta foi dado por vizinhos e por volta das 14:00 "o fogo estava já extinto", disse fonte do CDOS. A segurança do edifício está ainda a ser verificada.  

De acordo com o CDOS do Porto, o incêndio "começou num quarto", no primeiro piso. "Também foram assistidos dois bombeiros", acrescentou.  

Fonte no local disse à CNN Portugal que apesar da dificuldade no acesso, o fogo ficou circunscrito a essa zona. Contudo, devido às altas temperaturas e aos fumos projetados, a destruição alastrou-se pela casa.

A origem do incêndio é ainda desconhecida. 

Para o local foram mobilizados meios dos Bombeiros Voluntários da Areosa/Rio Tinto, Gondomar e São Pedro da Cova, bem como a Ambulância de Suporte Imediato de Vida (SIV) de Valongo e a Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Hospital de São João, no Porto. De acordo com o Comandante dos Bombeiros de Areosa e Rio Tinto estiveram cerca de 42 elementos e 12 veículos no teatro de operações.  

Somam-se meios do INEM, PSP, Proteção Civil de Gondomar e a UNIP (equipa de psicólogos) do Norte. 

 

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

País

Mais País

Patrocinados