Detido suspeito de atear fogo à habitação onde residia em Fafe

Agência Lusa , CF
28 jul, 18:51
Incêndio em Ansião (Paulo Novais, Lusa)

O homem de 58 anos terá atuado "num quadro de instabilidade emocional e de adição de bebidas alcoólicas, presumivelmente motivado por sentimentos de raiva"

A Polícia Judiciária (PJ), com a colaboração da GNR, deteve, fora de flagrante delito, o presumível autor de um incêndio numa habitação ocorrido na quarta-feira, numa freguesia de Fafe, no distrito de Braga, informou esta quinta-feira a autoridade.

O detido, de 58 anos de idade, sem ocupação laboral, segundo a PJ, “atuou num quadro de instabilidade emocional e de adição de bebidas alcoólicas, presumivelmente motivado por sentimentos de raiva. Terá ateado fogo à habitação onde residia, com recurso a chama direta”.

Com tal conduta, refere-se num comunicado enviado à Lusa, o suspeito “provocou a destruição parcial do imóvel” e “não fosse o rápido alerta por populares e a pronta intervenção dos bombeiros o incêndio teria consumido todo o edificado”.

Atendendo às condições meteorológicas que se verificavam na altura, conjugadas com as características do local, um meio rural com várias habitações próximas, acentua a autoridade policial, “foi criado um perigo concreto para terceiros e para outros bens patrimoniais de valor elevado”.

Logo que a ocorrência do incêndio foi comunicada à PJ, “foram de imediato realizadas no local várias diligências de investigação, que permitiram a recolha de substanciais elementos de prova e que levaram à detenção.

O arguido será presente à autoridade judiciária competente para primeiro interrogatório.

País

Mais País

Patrocinados