Mais de 580 operacionais no combate ao fogo na Covilhã

Agência Lusa , AM
9 ago, 07:10
Incêndio na Covilhã (Lusa/Miguel Pereira da Silva)

Esta terça-feira, 80 concelhos do interior Norte e Centro e Norte Alentejo encontram-se em perigo máximo de incêndio

Mais de 580 operacionais continuavam a combater pelas 7:00 desta terça-feira o incêndio que deflagrou no sábado na localidade de Garrocho, no concelho da Covilhã (Castelo Branco), segundo a Proteção Civil.

De acordo com o Centro Distrital de Operações e Socorro (CDOS) de Castelo Branco, ao início do dia estavam montados três postos de comando - Penhas da Saúde (Covilhã), Manteigas e Sarzedo (Arganil) - e o incêndio mantinha duas frentes (Manteigas e Verdelhos).

Segundo a informação disponível às 07:00 no ‘site’ da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), no terreno a combater o fogo estavam 588 operacionais, apoiados por 191 viaturas.

O incêndio deflagrou às 03:18 de sábado, na localidade de Garrocho, freguesia de Cantar-Galo e Vila do Carvalho, no concelho da Covilhã (Castelo Branco), e alastrou para Manteigas, no distrito da Guarda.

Durante a tarde de domingo, três bombeiros foram retirados do teatro de operações por razão de “doença, queimadura e trauma”, tendo dois deles sido transportados para um hospital e outro recebido assistência num centro de saúde.

A Estrada Nacional (EN) 338, que faz a ligação entre Piornos e Manteigas, esteve cortada ao trânsito, mas reabriu ao final da tarde de segunda-feira. Contudo, o trânsito ainda permanece condicionado à circulação de veículos ligeiros.

Além do corte da EN388, o incêndio obrigou a evacuar a Praia Fluvial de Verdelhos.

80 concelhos em perigo máximo de incêndio

Cerca de 80 concelhos do interior Norte e Centro e norte Alentejo estão hoje em perigo máximo de incêndio rural, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com a informação disponível no 'site'do IPMA, as concelhos que estão sob risco máximo localizam-se nos distritos de Bragança, Vila Real, Braga, Porto, Coimbra, Guarda, Viseu, Castelo Branco, Santarém e Portalegre.

O IPMA colocou também em risco muito elevado de incêndio rural cerca de 50 municípios dos distritos Viana do Castelo, Vila Real, Braga, Porto, Aveiro, Viseu, Coimbra, Leiria, Santarém, Castelo Branco, Portalegre e Faro.

O risco de incêndio, determinado pelo IPMA, tem cinco níveis, que vão de reduzido a máximo e os cálculos são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

Para hoje, as previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera apontam para uma subida da temperatura máxima, nebulosidade no litoral oeste até ao fim da manhã, podendo persistir nalguns locais, e no interior a partir da tarde. O vento vai soprar fraco.

As temperaturas as mínimas vão oscilar entre os 14 graus Celsius (Beja, Sines e Setúbal) e os 22º em Bragança e as máximas entre os 23º (Viana do Castelo) 38º (Castelo Branco).

Meteorologia

Mais Meteorologia

Patrocinados