Mais de 30 barcos em operação de evacuação na ilha grega de Rodes

Agência Lusa , AM
22 jul, 18:59

Incêndio florestal lavra na ilha há cinco dias e mais de 30 mil pessoas já terão deixado a ilha

Mais de trinta embarcações privadas estiveram envolvidas este sábado numa operação de evacuação na ilha turística de Rodes, na Grécia, onde um incêndio florestal lavra há cinco dias.

De acordo com a Guarda Costeira grega, as pessoas estavam nas praias de Kiotari e Lardos, na costa leste desta ilha do Mediterrâneo.

Três embarcações da Guarda Costeira coordenaram a operação, que envolveu mais de trinta barcos privados, enquanto um navio da Marinha grega se dirigia para a área.

Mais de 1.500 pessoas já foram retiradas para outra praia, de acordo com a agência France-Presse.

Segundo as autoridades locais, cerca de 30.000 pessoas já conseguiram deixar as áreas ameaçadas pelos fogos por vários meios nos últimos dias.

De acordo com o vice-chefe dos bombeiros, Yannis Artapoios, este incêndio, que começou numa montanha no centro da ilha, é o mais difícil que a corporação de Rodes já tive de combater.

Cinco helicópteros e 173 bombeiros estão empenhados no combate ao fogo e três hotéis na área de Kiotari foram atingidos pelas chamas.

A onda de calor que atinge a Grécia poderá ser a mais longa da história do país, segundo as previsões do Instituto Nacional de Meteorologia, que apontam para temperaturas máximas de 45 graus neste fim de semana.

"De acordo com os dados, provavelmente passaremos por 16 ou 17 dias muito quentes, o que nunca aconteceu antes no nosso país", alertou Kostas Lagouvardos, investigador do instituto à televisão pública grega.

A Grécia define uma onda de calor como um período em que a temperatura ultrapassa os 39 graus, sendo que, até agora, o período mais longo foram os 11 dias registados em 1987.

Europa

Mais Europa

Patrocinados