IBM admite substituir trabalhadores por inteligência artificial nos próximos cinco anos

CNN Portugal , ARC
3 mai 2023, 19:17
ChatGPT (AP)

Cerca de 7800 cargos da IBM poderão ser atribuídos a mecanismos de inteligência artificial nos próximos anos.

Com a ascensão do ChatGPT, muito se tem falado de inteligência artificial (IA) e da perturbação que esta tecnologia poderá vir a causar no mercado de trabalho. Arvind Krishna, CEO da empresa norte-americana americana IBM, mostrou-se disponível para interromper a contratação para cargos que poderão vir a ser desenvolvidos por ferramentas de IA dentro de cinco anos.

Em entrevista à Bloomberg, Krishna adiantou que a empresa, que opera no ramo da informática, vai suspender ou adiar contratações para funções administrativas, como recursos humanos. Atualmente, a IBM tem um total de 26.000 trabalhadores a exercer essas funções, mas o responsável assume que "dentro de cinco anos", cerca de 30% desses colaboradores serão "facilmente" substituídos por ferramentas de AI e automação.

Quer isto dizer que, nos próximos cinco anos, 7.800 pessoas podem vir a perder o emprego naquela empresa.

A IBM, sediada em Armonk, Nova Iorque, superou as estimativas de lucro no último trimestre devido ao corte de 5.000 empregos anunciado no início deste ano. Ainda assim, Krishna afirma que a empresa aumentou a força de trabalho em geral, ao contratar cerca de 7.000 pessoas no primeiro trimestre do ano.

Empresas

Mais Empresas

Patrocinados