Hospital de Santiago do Cacém alvo de ataque informático

26 abr, 17:03
Serviço de urgência assegurado por médicos especialistas no Litoral Alentejano

Além do hospital, o ataque afetou também os centros de saúde dos cinco concelhos, que ficaram com vários serviços em baixo

O Hospital do Litoral Alentejano, em Santiago do Cacém, foi esta terça-feira alvo de um ataque informático.

Segundo apurou a CNN Portugal, o hospital teve de encerrar o sistema e, cerca das 16:30, estava sem ligação ao exterior. 

De acordo com fonte oficial da Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano, além do hospital, o ataque afetou especialmente os centros de saúde dos cinco concelhos: Alcácer do Sal, Grândola, Odemira, Santiago do Cacém e Sines. Estas unidades ficaram sem acesso à internet, que afetou vários serviços. Já o Hospital, que funciona com servidores internos, regista menos constrangimentos.

Este é o segundo ataque informático registado numa unidade hospitalar esta terça-feira em Portugal. Também o Hospital Garcia de Orta, em Almada, está com o sistema informático em baixo após ter sido alvo de um ciberataque durante a noite. Uma falha que afetou vários serviços. Fontes ouvidas pela CNN Portugal davam conta de consultas e cirurgias a serem canceladas, bem como problemas em realizar TACs e radiografias. 

A CNN Portugal sabe que os hackers responsáveis pelo ataque informático em Almada estão a pedir um resgate financeiro, pago em bitcoins, para o hospital Garcia de Orta voltar a ter acesso aos dados. 

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados