Chefes das equipas cirúrgicas da Urgência do Hospital Santa Maria mantêm-se em funções

CNN , JGR
30 nov 2021, 19:31
Ministra da Saúde inaugura nova Unidade de Cuidados Intensivos do Hospital de Santa Maria
Ministra da Saúde inaugura nova Unidade de Cuidados Intensivos do Hospital de Santa Maria

O CHULN garantiu que a situação que levou à demissão dos profissionais "está resolvida"

PUB

Os dez chefes de equipa dos serviços de urgência do Hospital de Santa Maria que apresentaram a demissão chegaram a acordo e vão manter-se em funções, anunciou, esta terça-feira, o centro hospitalar através de um comunicado. 

O Conselho de Administração do Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte reuniu-se com os chefes de equipas cirúrgicas, esta terça-feira, garantindo aos profissionais demissionários que a questão que motivou a sua demissão "está resolvida", passando a ser "assegurada já a partir do dia 1 de Dezembro pelo Serviço de Ortopedia". 

PUB

"Perante esta informação, e considerando que as questões levantadas no documento, na sua grande maioria relacionadas com organização e distribuição de serviço, estão solucionadas, os chefes de equipa entendem ter condições para continuar a exercer os seus cargos", pode ler-se no documento.

Recorde-se que, no passado dia 10 de novembro, dez chefes da equipa de cirurgia da Urgência Central do Hospital de Santa Maria, em Lisboa demitiram-se. Numa carta então enviada ao Conselho de Administração, os médicos criticavam a degradação dos serviços de urgência cirúrgica do hospital, agravada pela decisão recente dos assistentes hospitalares, que "recusam ultrapassar, nas atuais condições de trabalho, mais do que as horas extraordinárias consideradas na lei".

PUB
PUB
PUB

O CHULN sublinha ainda que tem a decorrer um concurso para entrada permanente de cirurgiões no seu quadro, tendo recrutado nos últimos dias "quatro especialistas que vão reforçar as suas equipas de urgência". O Conselho de Administração acrescenta que está também a reorganizar vários processos internos.
  
"A Urgência Central do Hospital de Santa Maria mantém o seu funcionamento regular, com uma resposta assistencial diferenciada assegurada por várias equipas, que sempre deram nota de um elevado nível de compromisso e profissionalismo", esclarece.
 
O CHULN afirma ainda que mantém "o mesmo empenho no diálogo com os seus profissionais", na procura de "soluções consensuais" num processo de melhoria constante na resposta aos seus doentes.

Relacionados

Uma newsletter para conversarmos - Decisão 22

Envie-nos as suas questões e sugestões de temas, responderemos pela caixa do correio

Saiba mais

Saúde

Mais Saúde

Patrocinados