Dois anos depois, tribunal aceita recurso de Harvey Weinstein para rever julgamento que o condenou por violação

25 ago, 00:02
Harvey Weinstein

Antigo produtor de Hollywood tenta reverter condenação a 23 anos de prisão pelos abusos sexuais a duas mulheres

O Tribunal de Recursos do Estado de Nova Iorque concedeu a Harvey Weinstein a possibilidade de recurso, o que significa que a sua condenação por violação pode ser anulada ou alterada, avança a NBC.

Segundo a mesma publicação, a decisão foi tomada pela juíza-chefe Janet DiFiore, que disse que o tribunal superior ouvirá os argumentos dos advogados de defesa de Weinstein e do procurador distrital sobre se o magnata do cinema merece um novo julgamento. Weinstein recebeu o que é chamado de pedido de intervenção e o próximo passo é que os advogados apresentem argumentos formais.

Espera-se que as audiências ocorram ao longo do próximo ano, de acordo com um porta-voz do tribunal.

Weinstein, de 69 anos, foi considerado culpado num julgamento com júri por ato sexual criminoso em primeiro grau contra a assistente de produção Mimi Haley e violação em terceiro grau contra a aspirante a atriz Jéssica Mann, após o qual o juiz proferiu a sentença.

O produtor está detido em Los Angeles e espera o julgamento de outras acusações de abuso sexual no estado da Califórnia, marcado para o dia 7 de outubro.

Relacionados

E.U.A.

Mais E.U.A.

Patrocinados