"Spitgate": afinal, Harry Styles cuspiu ou não sobre Chris Pine no Festival de Veneza?

7 set, 10:48
Elenco de Don't Worry Darling

Um vídeo da antestreia do filme "Don't Worry Darling" deixou os fãs conspirar sobre uma... cuspidela. O caso ganhou uma dimensão tão grande nas redes sociais que já levou o representante do ator a esclarecer o assunto

"Don't Worry Darling" já estava envolto em polémica ainda antes da antestreia: desde que o filme foi anunciado, em 2020, que têm vindo a público vários problemas nos bastidores - incluindo uma troca de indiretas entre uma das protagonistas, Florence Pugh, e a realizadora, Olivia Wilde. Em causa, estará a forma como Olivia Wilde tem divulgado o filme e uma alegada discrepância entre o salário dos dois protagonistas, onde Harry Styles sai a ganhar (e quase o dobro).

A antestreia aconteceu finalmente esta segunda-feira no Festival de Veneza e, se tudo correu sem incidentes na passadeira vermelha, (se não contarmos com o facto de a realizadora e a atriz principal se terem evitado publicamente, e tendo esta última faltado à conferência de imprensa horas antes) já no anfiteatro as atenções viraram-se para outra dupla.

Um aparente incidente durante o visionamento do filme colocou as redes sociais a criar teorias sobre a relação entre Harry Styles e o ator Chris Pine (o James T. Kirk do filme "Star Trek" de 2009)​.

Chris Pine estava sentado ao lado de Olivia Wilde quando Harry Styles aparece e, enquanto se movimenta para ocupar a cadeira vaga ao seu lado, parece cuspir sobre o colega de elenco. Instantaneamente, o ator olha para baixo, para de aplaudir e respira fundo, para depois voltar a sorrir e recostar-se na cadeira. 

 

O momento foi partilhado nas redes sociais - que já apelidaram o caso de "Spitgate" - tendo surgido, entretanto, vários vídeos que mostram o alegado incidente de todos os ângulos possíveis. O tema chegou a estar vários dias como "Assunto do Momento" no Twitter.

Numa tentativa de acabar com a especulação dos fãs, o representante de Chris Pine divulgou um comunicado à revista People, a esclarecer que Harry Styles não cuspiu em Chris Pine.

"Esta é uma história ridícula - uma invenção completa e o resultado de uma estranha ilusão online que é claramente enganadora e permite especulações tolas", afirmou o porta-voz.

Embora o #SpitGate não passe de uma teoria da conspiração, a história provavelmente foi alimentada pelas sucessivas polémicas que ocorreram nos bastidores de Don't Worry Darling.

As polémicas nos bastidores

Segundo escreve a Forbes, os rumores giraram em torno da própria produção - onde se falou que o alegado romance entre Olivia Wilde e Harry Styles levou a tensão no estúdio de gravações, com Florence Pugh a evitar promover o filme nas redes sociais, gerando especulações de que Pugh e Wilde se tinham desentendido.

Paralelamente, ficou a saber-se que Harry Styles acabou por substituir Shia LaBeouf, que Olivia Wilde insinuou ter despedido devido à sua “energia combativa” e para manter a protagonista “segura” no estúdio. Uma afirmação contestada por LaBeouf, que insistiu que desistiu do filme por vontade própria.

A afirmação de LaBeouf foi logo apoiada por uma mensagem de vídeo - que rapidamente caiu nas redes sociais - que Wilde enviou a LaBeouf em 2020, na qual pede que o ator volte ao filme e parece referir-se com desdém a Pugh como “Miss Flo”.

Dois anos depois, as fotografias da antestreia levaram muitos fãs a acreditar que Florence Pugh e Olivia Wilde estavam propositadamente a manter a distância uma da outra, enquanto outros apontaram que Harry Styles também parecia estar a evitar a realizadora, o que resultou também em especulações de que os dois teriam terminado a relação.

O SpitGate provavelmente foi acelerado por todos estes episódios, com a imprensa internacional a apontar que os fãs ficaram com a impressão de que o elenco mal escondia a sua antipatia uns pelos outros.

Segundo relembra também o The Guardian, pouco antes do polémico Spitgate, um vídeo de Harry Styles e Chris Pine tornou-se viral nas redes sociais. Em causa está uma descrição confusa e quase incoerente do recente ator, enquanto Chris Pine fica inexpressivo ao lado dele.

“Sabe, a minha coisa favorita sobre o filme é que parece um filme”, disse Harry Styles. “Parece um tipo de filme, vocês sabem, de ir ao cinema", afirmou o cantor.

Relacionados

Artes

Mais Artes

Patrocinados