Zelensky quer construir outro Antonov. O maior avião do mundo foi destruído pelos russos nos primeiros dias de guerra

CNN Portugal , Beatriz Madaleno de Assunção
20 mai, 21:22
O Antonov An-225 Mriya, ou "Sonho" (Lusa/EPA/OLEKSANDR RATUSHNIAK)

Antonov AN-225 foi destruído logo a 27 de fevereiro. A aeronave que se chamava "Mriya" (que significa sonho) estava num aeródromo próximo de Kiev, a capital ucraniana

Com quase três meses de guerra, o presidente ucraniano Volodymyr Zelensky revelou que deseja substituir o maior avião do mundo após este ter sido destruído pelas forças russas durante a invasão à Ucrânia. A informação está a ser avançada pelo jornal The Kyiv Independent.

"Uau. Zelensky diz que quer construir um segundo Antonov An-225 Mriya para homenagear todos os pilotos ucranianos mortos na guerra", escreveu o repórter de guerra Ilia Ponomarenko no Twitter.

Antonov AN-225 era o maior avião do mundo e foi destruído logo a 27 de fevereiro. A aeronave que se chamava "Mriya" (que significa sonho) estava num aeródromo próximo de Kiev, a capital ucraniana, e foi atacada por "ocupantes russos", revelaram as autoridades ucranianas, que já na altura prometeram reconstruir o Antonov.

Muito popular no mundo da aviação, o AN-255 foi muitas vezes utilizado para missões humanitárias ou de entrega de material e equipamentos onde eram mais necessários. Era o avião mais pesado alguma vez construído, com um peso máximo de carga útil até às 250 toneladas.

Pode ser recuperado?

 Andrii Sovenko, um engenheiro e especialista em aviação com base em Kiev, que trabalha para a Companhia Antonov desde 1987 e voou no AN-225, detalhou os problemas daquela aeronave. O engenheiro confirmou que a secção central da fuselagem e o nariz do avião e os compartimentos de descanso da tripulação estão destruídos, mas que os sistemas de bordo da aeronave ainda ficaram com danos mais relevantes. 

"Restabelecê-los será o mais difícil", afirmou. "Isto porque a maioria dos vários sistemas elétricos, bombas e filtros utilizados no AN-225 são da década de 80. Simplesmente, já não são produzidos, por isso é improvável que possam ser restaurados exatamente no formato que tinham", disse, como a CNN avançou. 

Já as asas parecem ter sofrido danos menores e podem ser reconstruídos. Também os motores e a traseira do avião parecem estar intactos, de acordo com as declarações do especialista.

 
A aeronave AN-225 sofreu grandes danos durante a batalha pelo aeródromo de Hostomel perto de Kiev. (Genya Savilov/AFP/Getty Images)
A aeronave AN-225 sofreu grandes danos durante a batalha pelo aeródromo de Hostomel perto de Kiev (Genya Savilov/AFP/Getty Images)
 

Andrii Sovenko escreveu ainda um livro sobre a história da aeronave, onde detalha a sua experiência de voo e adianta que não deverá ser possível recuperar o avião.

"É impossível falar da reparação ou restauro deste avião - só podemos falar da construção de outro Mriya, utilizando componentes individuais que podem ser recuperados dos destroços e combinando-os com aqueles que, nos anos 80, se destinavam à construção de um segundo avião", disse.

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Europa

Mais Europa

Patrocinados