PCP foi o único a votar contra: Parlamento aprova apoio ao estatuto de candidato à UE da Ucrânia

22 jun, 20:14
Debate parlamentar na Assembleia da República (Mário Cruz/ Lusa)

O Governo já tinha anunciado que iria apoiar este estatuto

O Parlamento português aprovou esta quarta-feira a moção apresentada pelo deputado do Livre Rui Tavares que tinha como objetivo definir a posição da Assembleia da República em relação ao estatuto de candidato à União Europeia da Ucrânia.

Apenas o PCP votou contra esta moção, que passou com os votos favoráveis de todos os restantes partidos.

O primeiro-ministro português defendeu que, sendo para levar a sério a atribuição do estatuto de candidato à Ucrânia, a União Europeia precisa de uma reflexão sobre a sua arquitetura institucional e orçamental.

Num debate no Parlamento, preparatório do Conselho Europeu desta quinta e sexta-feira - que terá como tema central a discussão da concessão à Ucrânia e à Moldova do estatuto de candidato à adesão -, António Costa confirmou que Portugal “entende dever acompanhar a recomendação da Comissão Europeia”.

O primeiro-ministro sublinhou ainda que a atribuição do estatuto de candidato à adesão não retira a necessidade de manter o apoio humanitário, financeiro e militar a Kiev, porque tem “um efeito político importante mas não consequências imediatas”.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Partidos

Mais Partidos

Patrocinados