IKEA reabre temporariamente online na Rússia para esgotar o stock

5 jul, 11:10
Loja IKEA em Moscovo, Rússia (AP)

Cadeia sueca de mobiliário afirma que os produtos estarão disponíveis enquanto existir stock

A IKEA reabriu esta terça-feira na Rússia, mas apenas de forma temporária e para vendas através da internet, avança a Reuters.

“No dia 5 de julho e durante as próximas semanas poderão comprar produtos da IKEA apenas no site ikea.ru. Os produtos estarão à venda até que se esgote o stock”, pode ler-se no site da cadeia sueca na Rússia.

No entanto, à hora da redação deste artigo, a compra de produtos encontrava-se suspensa “por motivos técnicos”.

A IKEA ainda opera 14 lojas na Rússia sob o nome MEGA, tendo encerrado as 17 que tinha no país com a sua designação, para as quais já adiantou estar a procurar soluções.

No mês passado, a empresa sueca, que garantiu que iria continuar a pagar aos seus trabalhadores até ao final de agosto, anunciou que iria vender as fábricas e fechar os seus escritórios no país, bem como reduzir o número de empregados, atualmente nos 15 mil, dado que não esperava voltar a vender no país num futuro próximo. Apesar disso, a dona da IKEA, o Grupo Ingka, salientou que pretende voltar a este mercado assim que as condições forem propícias.

Devido à invasão da Ucrânia por parte da Rússia, desencadeada a 24 de fevereiro, centenas de empresas ocidentais suspenderam as suas operações no país liderado por Vladimir Putin. Ainda assim, poucas foram as companhias que decidiram vender os seus bens e negócios a empresas locais. A McDonald's, por exemplo, vendeu o negócio no país a um empresário local, e os seus antigos restaurantes dão agora lugar à cadeia "Vkousno i totchka" (Delicioso e pronto), que tem como lema a frase "o nome muda, o amor permanece".

Empresas

Mais Empresas

Patrocinados