Como Zelensky teve de recorrer ao futebol para explicar que não recebeu o que a Rússia diz que ele recebeu

CNN Portugal , MJC
20 abr 2022, 16:53
O presidente do Conselho Europeu Charles Michel e o presidente da Ucrânia Volodymyr Zelensky (EPA/Dario Pignatelli)

Porta-voz do Kremlin anunciou que a Rússia entregou à Ucrânia uma nova proposta de paz. Entregou?

"Não recebemos nenhuma proposta negocial da Rússia. Num jogo de futebol há duas equipas, aqui o senhor Peskov parece estar a jogar sozinho", disse o presidente ucraniano em conferência de imprensa esta quinta-feira. Zelensky respondeu assim ao Kremlin, que esta quarta-feira declarou que a Rússia apresentou à Ucrânia uma proposta de acordo que explicita os seus pedidos no âmbito das conversações de paz e que aguarda a resposta de Kiev.

O porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, afirmou que "o documento contém formulações absolutamente claras e desenvolvidas" e responsabilizou a Ucrânia pelo lento progresso nas negociações: "A dinâmica de trabalho no lado ucraniano deixa muito a desejar, os ucranianos não demonstram uma grande inclinação para intensificar o processo negocial".

Também a porta-voz do ministério dos Negócios Estrangeiros russo, Maria Zakharova, tinha afirmado, em declarações à televisão estatal, que a Rússia "há muito que não tem confiança nessas pessoas", numa referência à equipa negocial ucraniana. Zakharova falou sobre o que definiu como "um circo em sentido figurado e direto por parte do regime de Kiev: que vêm, que não vêm, que participam, que não participam".

Numa conferência de imprensa após a visita do presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, a Kiev, Volodymyr Zelensky afirmou que não tinha conhecimento de qualquer documento enviado por Moscovo. Afirmou também que a situação em Mariupol é bastante complicada e que há centenas de feridos e garantiu que está disponível para trocar prisioneiros de guerra por passagem segura para civis e tropas em Mariupol.

Relacionados

Europa

Mais Europa

Mais Lidas

Patrocinados