Cereais roubados pelos russos já estão no Mediterrâneo, dizem os serviços secretos da Ucrânia

CNN , Tim Lister, em Lviv
11 mai, 08:00

O braço de inteligência do Ministério da Defesa ucraniano afirma que os cereais roubados por tropas russas em áreas ocupadas já estão a ser enviados para o estrangeiro.

A diretoria de inteligência afirmou que uma "parte significativa dos cereais roubados da Ucrânia está em navios de carga seca sob a bandeira russa no Mediterrâneo".

"O destino mais provável é a Síria. Os grãos podem ser contrabandeados de lá para outros países do Oriente Médio", disse.

A diretoria também disse que os russos "continuam a exportar alimentos roubados à Ucrânia para o território da Federação Russa e da Crimeia ocupada".

Segundo a mesma fonte, numa das principais áreas produtoras de cereais – à volta de Polohy, na região de Zaporizhzhia – grãos e sementes de girassol armazenados estão a ser preparados para serem transportados para a Rússia.

Uma coluna de camiões russos deixou a cidade de Enerhodar, que também fica na região de Zaporizhzhia, sob a guarda dos militares russos, afirmou a diretoria. O destino final da coluna era a Crimeia, disse.

Cereais também estavam a ser roubados na região de Kharkiv, e 1.500 toneladas de grãos foram levados da vila de Mala Lepetykha, na região de Kherson, para a Crimeia.

Na semana passada, o Ministério da Defesa disse que já haviam sido roubados quase meio milhão de toneladas de cereais ucranianos.

LEIA TAMBÉM
Ucrânia acusa russos de “roubar” trigo
Russos desviaram um terço das reservas de cereais dos territórios ocupados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Europa

Mais Europa

Patrocinados