Associações de ajuda humanitária pedem donativos em dinheiro em vez de bens. Como e onde posso fazer o meu donativo?

19 mar, 09:00
Tensão Rússia-Ucrânia (Alessandro della Valle/Keystone via AP)

Depois da onda de solidariedade que levou milhares de portugueses a recolher bens para serem enviados à Ucrânia, as associações apelam agora para a ajuda monetária, considerando que esta é a forma mais eficaz e prática para as equipas que estão no terreno a ajudar os refugiados

Várias associações de ajuda humanitária em Portugal estão a pedir donativos em dinheiro em vez de bens para ajudar a Ucrânia, justificando esta decisão com a falta de condições nos países fronteiriços para gerir todos os produtos recolhidos. Estas entidades explicam ainda que têm equipas no terreno que sabem quais são as reais necessidades no local e dessa forma podem utilizar os fundos monetários para as suprir .

A Cáritas Portuguesa é uma das associações em Portugal que está só a promover a angariação de fundos monetários, como explica à CNN Portugal a presidente Rita Valadas: "É isso que nos pedem da Polónia. É mais fácil angariar no local do que receber camionetas de coisas que eles [equipas no terreno] não têm condições para tratar."

A Cruz Vermelha Portuguesa faz o mesmo apelo, explicando que essa decisão partiu da Cruz Vermelha Internacional, que assinala que a angariação de bens, nomeadamente alimentos, roupa e medicamentos, "não é, nesta fase, recomendada pela dificuldade acrescida, quer no seu transporte, quer na sua armazenagem e gestão" na Ucrânia ou nos países fronteiriços que estão a receber refugiados.

Também a UNICEF está a pedir donativos em dinheiro, e, numa resposta escrita enviada à CNN Portugal, Beatriz Imperatori, diretora-executiva da UNICEF Portugal, explica porquê: "A experiência mostra-nos que os donativos em dinheiro são a forma mais eficaz de ajudar na medida em que permitem adquirir o que é necessário, quando e na quantidade certa."

"A relação de parceria que temos com muitos fabricantes, junto com o planeamento de compras e capacidade de distribuição, permitem-nos também entregar de forma célere tendo em conta cada contexto", acrescenta, apontando para um exemplo prático: "Quando um hospital pediátrico na Ucrânia precisa de um medicamento, a UNICEF compra a quantidade necessária com as especificações pedidas pelo hospital. Se este medicamento tiver que ser entregue com outros produtos para o mesmo hospital, fazemos a expedição de forma a rentabilizar o uso de espaço de carga e as rotas."

Desta forma, prossegue, a organização garante que "o que é necessário no terreno, é o que se entrega, que chega em boas condições e na data prevista".

"Também não podemos esquecer que os donativos financiam não só produtos, mas também o custo de os fazer lá chegar e os profissionais que fazem parte desta resposta", salienta ainda Beatriz Imperatori.

Por sua vez, a Aldeia de Crianças SOS de Portugal tem um objetivo muito específico com a angariação de fundos: ajudar a retirar crianças e famílias da Ucrânia e países fronteiriços e conseguir realojá-las.

Em declarações à CNN Portugal, Filipa Morais, diretora da angariação de fundos e comunicação da organização, explica que os fundos que estão a ser angariados destinam-se a ajudar crianças e famílias na Ucrânia, mas também na Roménia e na Polónia, países estão na linha da frente da vaga de refugiados da guerra. A organização atua também na retirada das cerca de 100 mil crianças que estavam em instituições de acolhimento de residencial na Ucrânia e que, de acordo com a responsável, "correm um risco enorme" de serem abandonadas e acabarem por ser vítimas de tráfico humano.

Para onde e como posso fazer o meu donativo?

  • Cáritas Portuguesa

No âmbito da campanha Cáritas Ajuda Ucrânia, é possível fazer donativos a partir dos 10€ no site oficial da associação, que permite o envio da quantia que deseja através da aplicação Mbway, do IBAN PT50 0033 0000 01090040150 12 ou da rede multibanco para a entidade 22222 e referência 222 222 222. Basta colocar o primeiro nome, o apelido, o endereço eletrónico e o número de telemóvel (opcional). O donativo pode ser anónimo ou pode pedir um recibo, assinalando esta opção no site antes de o submeter.

Também é possível enviar um donativo através da campanha Ser Solidário, da SIBS, que permite fazer donativos a várias instituições de solidariedade através da aplicação Mbway. Pode ver aqui o QR Code que permite enviar o donativo diretamente à Cáritas Portuguesa através da aplicação.

  • Cruz Vermelha Portuguesa

As doações para esta associação podem ser feitas através de transferências bancárias e há três possibilidades, como explica a associação no seu site oficial: transferência bancária para o Fundo de Emergência Cruz Vermelha Portuguesa, transferência do BPI exclusiva à plataforma We Help Ukraine ou transferência do Santander para o Fundo de Emergência Cruz Vermelha Portuguesa. 

A Cruz Vermelha também está associada à funcionalidade Ser Solidário, da SIBS. Quem preferir esta opção, pode enviar o donativo através da aplicação Mbway para o número 918 391 794.

  • UNICEF Portugal

No âmbito da campanha Emergência Ucrânia, a UNICEF está a angariar fundos no seu site oficial. Depois de escolher a opção referente à quantia que pretende enviar, basta colocar o endereço eletrónico e assinalar se se trata de um donativo particular ou de uma empresa. Se optar por transferência ou depósito bancário, o IBAN é o seguinte: PT50 0033 0000 5013 1901 2290 5. Para transferir por multibanco, os dados são 20 467 (entidade) e 777 777 777 (referência).

 A UNICEF Portugal também está associada à campanha Ser Solidário da SIBS, sendo possível enviar a quantia que deseja através da aplicação Mbway para o número 919 919 939.

  • Aldeias de Crianças SOS Portugal

Esta associação está a angariar fundos para retirar e realojar crianças e famílias da Ucrânia e dos países fronteiriços. Além disso, a associação apoia também com alimentação, medicamentos e apoio psicológico, e é com estes objetivos que está a pedir donativos em dinheiro, até porque se trata de um apelo da Aldeias de Crianças SOS internacional. 

Há duas formas de ajudar esta associação: através do site oficial, onde basta preencherem um formulário onde indicam a quantia e o método de pagamento (referência multibanco ou cartão de crédito), bem como os dados pessoais, ou através da campanha Ser Solidário, através da aplicação Mbway para o número 932 020 854.

  • Amnistia Internacional

A Amnistia Internacional também está a acompanhar a situação na Ucrânia, contando com uma Equipa de Resposta a Crises no terreno que tem vindo a divulgar, desde o início da invasão, os dados sobre as vítimas, humanas e materiais, da guerra. Assim, a organização pede donativos por transferência bancária, para PT50 0036 0103 9910 0000 9858 8, com a opção de enviar um e-mail para info@amnistia.pt com o comprovativo da sua transferência para receber informação sobre o trabalho da Amnistia. 

Além disso, também é possível enviar donativos através da funcionalidade Ser Solidário, da SIBS, para o número 939 076 340 ou através do QR Code que se encontra nesta página.

  • AMI

A Assistência Médica Internacional também está a pedir contributos em dinheiro através do seu site oficial, onde pode preencher um formulário para indicar a quantia que deseja enviar e o método de pagamento (Multibanco, VISA, Paypal). A organização dá ainda a opção de fazer um donativo anónimo ou um donativo mensal, onde será feita uma cobrança automática do mesmo valor todos os meses. 

A AMI também está associada à campanha Ser Solidário, pelo que é possível enviar o donativo diretamente através da aplicação Mbway. Pode ver aqui o QR Code.

País

Mais País

Patrocinados