OMS pede que Ucrânia destrua "agentes patogénicos de alto risco" nos laboratórios de saúde pública do país

CNN Portugal , HCL
11 mar, 02:17
Organização Mundial de Saúde

A Organização Mundial de Saúde diz ter alertado a Ucrânia para a necessidade de destruir agentes patogénicos de alto risco nos laboratórios de saúde pública do país. A notícia está a ser avançada pela Reuters

A Organização Mundial da Saúde aconselhou a Ucrânia a destruir agentes patogénicos de alto risco alojados em laboratórios de saúde pública no país, com o objetivo de evitar "qualquer possível derramamento" que seria responsável por espalhar doenças entre a população, avança a agência Reuters esta sexta-feira.

Especialistas em biossegurança disseram à Reuters que o movimento de tropas da Rússia na Ucrânia e bombardeamento de várias cidades aumentaram o risco de descontrolo de patógenicos, caso alguma instalação de saúde pública seja danificada. 

A Ucrânia tem laboratórios de saúde pública que tinham investigações em curso sobre técnicas para mitigar ameaças de doenças perigosas que afetam animais e seres humanos, incluindo, mais recentemente, a Covid-19. Os seus laboratórios receberam apoios dos Estados Unidos, União Europeia e OMS. 

Em resposta a perguntas da Reuters sobre o trabalho com a Ucrânia antes e durante a invasão da Rússia, a OMS disse que colaborou com a agência de saúde pública ucraniana durante vários anos para promover práticas de segurança que ajudam a prevenir "a libertação acidental ou deliberada de agentes patogénicos". 

Como parte deste trabalho, a OMS recomendou fortemente ao Ministério da Saúde da Ucrânia e a outros órgãos ​​para que sejam destruídos todos os agentes patógenicos de alto risco para evitar possíveis derramamentos", afirmou fonte da OMS à Reuters.

A OMS não disse, no entanto, quando foi feita a recomendação, nem forneceu detalhes sobre os tipos de patógenicos ou toxinas alojados nos laboratórios da Ucrânia.

Europa

Mais Europa

Patrocinados