Sites do Expresso e da SIC continuam em baixo, comunicado alerta para newsletter falsa

3 jan, 13:01
Mensagem do Grupo Impresa

Grupo Impresa refere que está a trabalhar com as autoridades e que vai apresentar uma queixa-crime contra os autores do ataque informático

Os sites do Expresso e da SIC continuam em baixo após o ataque informático que ocorreu este domingo. “Os dados serão vazados caso o valor necessário não for pago. Estamos com acesso nos painéis de cloud (AWS) entre outros tipos de dispositivos. O contacto para o resgate está abaixo”, era a mensagem que aparecia quando se tentava aceder a cada um dos sites visados.

Entretanto, ainda no domingo, a mensagem da entidade que atacou os sites foi substituída por uma do Grupo Impresa, na qual é pedido aos leitores que sigam o Expresso e a SIC nas redes sociais não afetadas pelo problema.

Também no domingo, o Expresso alertou os seus leitores para uma newsletter, enviada via email, com o título “Presidente afastado e acusado de homicídio”, que não é da autoria do jornal. “Recomendamos que apague”, pode ler-se na nota.

Em comunicado, o grupo Impresa refere que está a trabalhar com a Polícia Judiciária e o Centro Nacional de Cibersegurança para fazer face a um “atentado nunca visto à liberdade de imprensa”, garantindo que vai apresentar uma queixa-crime contra os autores do ataque informático.

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados