Posição maioritária da Groundforce deverá ser vendida a empresa privada do Kuwait

28 jul, 15:51
Groundforce paga parte dos salários em atraso

A NAS emprega mais de seis mil trabalhadores

A posição maioritária da Groundforce deverá ser vendida à NAS - National Aviation Services, uma empresa privada do Kuwait, sabe a CNN Portugal.

A empresa foi a escolhida pelo Montepio para avançar para a última fase do processo de aquisição de 50,1% da Groundforce, empresa de handling que foi declarada insolvente no ano passado. Esta participação corresponde à posição acionista do antigo presidente da empresa, Alfredo Casimiro.

O presidente da NAS garante que a aposta na groundforce é a longo prazo e que quer investir na empresa reforçando o número de trabalhadores.

A Nas é uma empresa com capitais privados, pertence a um grupo cotado na bolsa do Kuwait, está presente em aeroportos no Médio Oriente, África e Ásia e emprega mais de seis mil trabalhadores. Entre os principais clientes estão a Emirates, a British Airways, a Air France e a Lufthansa.

A insolvência da Groundforce foi pedida pela TAP em maio de 2021, no âmbito de um conflito com o então presidente e maior acionista da companhia de handling, Alfredo Casimiro. 

A Tap detém os restantes 49,9% do capital da empresa de handling.

Relacionados

Empresas

Mais Empresas

Patrocinados