Venda da Efacec à DST aprovada pelo Governo

23 fev, 18:44
Efacec

Notícia é avançada pelo ECO e surge cerca de 19 meses depois da nacionalização da posição de Isabel dos Santos

O Conselho de Ministros vai aprovar na reunião desta quinta-feira a reprivatização de 71,73% da Efacec, depois de o Banco Português de Fomento (BPF) ter chegado a um acordo com a empresa de construção e engenharia DST. A notícia foi avançada esta quarta-feira pelo jornal Eco

Significa isto que, 19 meses depois da nacionalização da posição de Isabel dos Santos, tudo indica que o Governo vai dar luz verde à venda da Efacec ao grupo gerido por José Teixeira. A DST foi a única empresa que apresentou uma Best and Final Offer (BAFO) para passar a controlar a empresa liderada por Ângelo Ramalho.

De acordo com as informações recolhidas pelo jornal digital dedicado à economia, trata-se de uma operação de refinanciamento da dívida em 100 milhões de euros, a 25 anos, com uma taxa de juro de 1,25%, convertível em ações preferenciais sem voto. Mas antes disso, a Efacec vai reduzir o capital, para o Estado o aumentar em 60 milhões de euros com instrumentos financeiros de quasi-capital.

Terminada esta operação, haverá, seguidamente, um reforço de capital de 80 milhões de euros por parte do novo acionista. Por fim, antes da assinatura do contrato, o Banco de Fomento avança com a linha de refinanciamento. Assim, os acionistas minoritários da Efacec, o Grupo Mello e a Têxtil Manuel Gonçalves, serão pulverizados.

De recordar que a reunião do Conselho de Ministros, de quinta-feira, não vai contar com a presença do primeiro-ministro António Costa e vai ser liderada pelo ministro de Estado e da Economia, Pedro Siza Vieira.

A aprovação em Conselho de Ministros do decreto de lei para nacionalizar 71,73% do capital social da Efacec, a 2 de julho de 2020, decorreu da saída do capital de Isabel dos Santos, filha do ex-Presidente angolano José Eduardo dos Santos, na sequência do envolvimento no caso Luanda Leaks, no qual o Consórcio Internacional de Jornalismo de Investigação revelou mais de 715 mil ficheiros que detalham alegados esquemas financeiros da empresária.

A Efacec é uma empresa dos sectores da energia, engenharia e mobilidade.

Empresas

Mais Empresas

Patrocinados