Militar da GNR detido por suspeitas de violência doméstica

Daniela Rodrigues , (atualizado às 17:38)
5 jul, 15:22
GNR

Deverá ser presente a tribunal nas próximas 48 horas

Um militar da GNR foi detido esta terça feira por suspeitas de violência doméstica.

O mandado de detenção foi cumprido quando militares do Núcleo de Investigacao e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE)  se deslocaram ao posto da GNR de Alcabideche.

Suspeito já foi presente "a primeiro interrogatório no Tribunal Judicial de Cascais, onde lhe foi aplicada a medida de coação de proibição de contactos com a vítima.

Através de um comunicado, a GNR confirmou que "o Comando Territorial de Lisboa, através do Núcleo de Investigação e de Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE), hoje, dia 5 de julho, deteve um homem de 48 anos por violência doméstica, em Alcabideche".

O mesmo comunicado, explica que a detenção ocorreu "na sequência de uma ordem judicial, os militares da Guarda deram cumprimento a um mandado de detenção fora de flagrante delito, culminando na detenção do suspeito, militar da GNR, pelo crime de violência doméstica contra a vítima, sua ex-companheira. No decorrer da ação foi ainda apreendido um revólver de calibre .357".

 

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados