Vodafone foi alvo de ciberataque "deliberado e malicioso"

8 fev, 07:55
Telemóveis

Operadora confirma, em comunicado, que está a tentar conter os efeitos e repor os serviços

A Vodafone foi alvo de um "ciberataque deliberado e malicioso com o objetivo de causar danos e perturbações", informa a operadora em comunicado. A Vodafone revela ainda que "agiu de forma imediata para identificar e conter os efeitos e repor os serviços".

"Esta situação está a afetar a prestação de serviços baseados em redes de dados, nomeadamente rede 4G/5G, serviços fixos de voz, televisão, SMS e serviços de atendimento voz/digital".

Até ao momento, a operadora já conseguiu repor "os serviços de voz móvel e os serviços de dados móveis exclusivamente na rede 3G em quase todo o país". "Mas, infelizmente, a dimensão e gravidade do ato criminoso a que fomos sujeitos implica para todos os demais serviços um cuidadoso e prolongado trabalho de recuperação que envolve múltiplas equipas nacionais, internacionais e parceiros externos. Essa recuperação irá acontecer progressivamente ao longo desta terça-feira".

A Vodafone diz ainda que, até à data, não há "quaisquer indícios de que os dados de Clientes tenham sido acedidos e/ou comprometidos",

As falhas no serviço móvel, na rede de Internet e no serviço de TV da Vodafone começaram na noite de segunda-feira. Apesar da falha técnica não ser generalizada, a empresa informava, na altura, que esta estava a afetar uma percentagem significativa de clientes, lamentando "os incómodos causados". 

País

Mais País

Patrocinados